Paulo Moreira, fisioterapeuta ex-Guarani, realiza trabalho de excelência na Arábia Saudita

Profissional deixou o Brinco de Ouro em 2019 para ser membro da comissão técnica de Péricles Chamusca

Publicado em .

O profissional deixou o Brinco de Ouro em 2019 para ser membro da comissão técnica de Péricles Chamusca

Campinas, SP, 13 (AFI) - Nem só de bola na rede vive o futebol, para que os atletas estejam aptos para realizar essa função com excelência existem uma série de outros fatores que influenciam diretamente para que isso aconteça e uma delas é a fisioterapia.

Pensando em aumentar o potencial de seus atletas e dispor do que tem de melhor no que diz respeito à recuperação e prevenção contra lesões, o Al-Faisaly, da Árabia Saudita - hoje comandado pelo brasileiro Péricles Chamusca -, importou os trabalhos do fisioterapeuta Paulo Moreira para coordenar toda parte de fisioterapia no clube.

Paulo é um dos reponsáveis por auxiliar os trabalhos do treinador Péricles Chamusca, principalmente com os atletas brasileiros que lá estão, casos dos zagueiros Igor Rossi, Raphael Silva e dos atacantes Guiherme e William.

História na bola

A carreira do profissional começou em 2007, no Guarani, como estagiário das categorias de base do clube. Após quatro meses, Paulo passou integrar o corpo médico da equipe profissional e lá ficou até 2013 quando o departamento sofreu uma reformulação completa.

Em 2014, o lateral-direito Bruno Peres, atleta que havia trabalhado com o fisioterapeuta no Guarani, realizou um convite para o profissional acompanhá-lo no Torino, da Itália: "Foi um convite muito bacana. Fiquei um mês com ele na Itália. Conheci o clube, as instalações e realizei um intercâmbio muito legal", afirmou.

Neste período, Paulo também prestou consultoria ao lateral-direito Danilo Silva, que estava no Dínamo de Kiev: "Fui para acompanhar o Danilo em um jogo na Europa League e aproveitei para entender como funcionava toda estrutura do clube. Também foi um tempo muito importante para construção da minha carreira", explicou.

Após esses trabalhos pontuais, Paulo voltou trabalhar em Kiev. Na temporada 2016/17, o profissional foi contratado pelo clube para tratar exclusivamente do brasileiro. Foi neste período que o fisioterapeuta teve contato com um dos maiores nomes da medicina esportiva mundial, o Dr. Ramón Cugat Bertomeu, chefe do Departamento Médico do Barcelona e homem de confiança de ninguém menos que Pep Guardiola.

Após esse período na Europa, o brasileiro retornou as suas origens. Em 2017, Paulo Moreira retornou ao Guarani à convite do então diretor de futebol Luciano Dias e do Dr. Raí Alves Cruz, chefe do DM Bugrino. Após o melhor desempenho da história do DM Bugrino com uma temporada sem nenhuma lesão muscular, Paulo Moreira recebeu um convite para integrar a comissão técnica de Péricles Chamusca, comandante do Al-Fisaly, da Árabia Saudita.