Série B: Por ação judicial, Paraná perde CT Ninho da Gralha para antigo parceiro

Mesmo assim, o clube seguirá utilizando o local pelos próximos cinco anos sem custos

Publicado em .

Mesmo assim, o clube seguirá utilizando o local pelos próximos cinco anos sem custos

Curitiba, PR, 09 (AFI) – Por decisão da Justiça do Trabalho, o Paraná Clube perdeu o Centro de Treinamento Ninho da Gralha para o empresário Carlos Werner, ex-investidor do clube.

Werner movia cinco ações cíveis contra o Paraná e passa a ser o dono do CT. Mesmo assim, o Paraná segue utilizando o local para treinamentos e demais atividades. Isso porque o acordo prevê que Werner ceda o CT para o clube pelos próximos cinco anos sem nenhuma cobrança.

Esse não é o primeiro imóvel de alto valor que o Paraná perde nos últimos anos. Recentemente, o clube foi obrigado a ceder quatro áreas que utilizava como sub-sedes para leilão. Além disso, o cube tem cerca de 20% de sua receita retida para o pagamento de dívidas trabalhistas.

Desde março do ano passado, o clube vem sendo alvo de intervenções judiciais para quitar ações trabalhistas. De 536 ações, pouco mais da metade (271) foram encerradas até agora.

Carlos Werner foi parceiro do clube entre 2014 e 2017 e fez parte de projetos que deram certo dentro de campo, resultando no acesso à Série A do Brasileirão em 2017, mas comprometeram as finanças do clube, que segue se complicando até hoje para equilibrar as contas.