​Programa Bate Bola FI, especial, vai destacar dérbis do passado e imaginar um no futuro

Com o comando de Maércio Ramos e participações de Flávio Guerra, Wagner Bastos e Edinho Campos a Rádio FI vai falar tudo de dérbi

Publicado em .

O programa Bate Bola FI de dérbi vai falar muitos dos dérbis do passado e projetar o qye seria interessante para projetar dérbis inesquecíveis no futuro. Não deixe de ouvir

CLIQUE AQUI E OUÇA PROGRAMA ESPECIAL SOBRE O DÉRBI

Campinas, SP, 14 (AFI) – O dérbi campineiro sempre foi e sempre será a cereja do bolo do futebol da cidade. Guarani e Ponte Preta se enfrentam neste sábado, às 20 horas, no estádio Moisés Lucarelli, e a Rádio Futebol Interior não poderia de deixar passar batido o evento. Por isso, uma programação especial será feita para você ouvinte privilegiado.

O programa Bate Bola, que vai ao ar nesta quinta-feira, das 20 às 21 horas, na Pizzaria do Dadá, com apoio publicitário da Acácia Auto Peças e do próprio Dadá, trará personagens que vivenciaram e ainda vivenciam este que é o maior clássico do futebol interiorano do Brasil.

Para comandar o Bate Bola a Rádio FI trouxe um dos mais completos profissionais de imprensa do País, o premiado repórter e apresentador Maércio Ramos.

, que por décadas trabalhou na Rádio Globo de São Paulo e foi o principal repórter da casa cobrindo Copa do Mundo e várias Copas Américas, além de inúmeros amistosos da Seleção canarinho.

Junto com ele foram convidados o comentarista de arbitragem Flávio Guerra (à esquerda - acima) , que, também por uma década, foi árbitro do alto escalação do Quadro Paulista, e Fernando Landgraf, comentarista da nova geração que faz sua estreia na Rádio FI. As participações especiais seguem com os repórteres Wagner Bastos (à esquerda - abaixo) e Edinho Campos, especialmente convidados para os programas e para a jornada de sábado, que vão emprestar as suas experiências do rádio campineiro e dérbis do passado.

Convidados especiais

Confirmaram presença para falar de como era o dérbi dos velhos tempos os ex-jogadores e ídolos dos torcedores campineiros. Na Ponte Preta o convidado é Monga (à direita - acima), que trás o carisma do futebol garra, amado pelo torcedor ponte-pretano. Pelo Guarani, o irreverente Bozó (à direita - abaixo), Campeão Brasileiro de 1978, tem também muitas histórias para contar.

Para dar a sua visão de dérbi como imprensa, confirmaram presença o comentarista Zaiman de Brito Franco e também Luiz Saviani Rey, que por muitos e muitos anos foi professor da PUCCAMP, além de ser o autor do livro “Eternos domingos sem derby”, da época em que os clássicos foiçaram escassos.

Também estará presente o fundador da Serponte, Deaciso de Oliveira, e o fundador da Guerreiros da Tribo, Tadeu Datovo, que falarão dos procedimentos dos torcedores daquela época e como eram diferentes os dérbis.

Programa Bate Bola FI. Imperdível.