Gabigol faz dois, Flamengo vira sobre o River Plate e levanta a Copa Libertadores

Por alguns minutos eu temi pela minha previsão de que o Flamengo seria o campeão. Mas Gabigol confirmou minha previsão.

por SÉRGIO CARVALHO - - - Campinas

Na coluna que publiquei essa semana cheguei a dizer que apostava numa vitória do Flamengo no jogo deste sábado, em Lima, Peru, contra o River Plate, da Argentina, Minha aposta no Mengão se baseava no que ele vinha produzindo no Campeonato Brasileiro e mesmo nos jogos mais decisivos da Copa Libertadores.

Quando vi o River dominar o Flamengo e fazer o primeiro gol da partida (Borré, aos 14 minutos) , me surpreendi. O time argentino não deixou o adversário jogar e se impôs com um futebol competitivo e muito eficiente. No segundo período o Flamengo até tentou reagir. Foi mais agressivo mas continuou a fracassar no último passe.

Borré abriu o placar aos 14 minutos
Borré abriu o placar aos 14 minutos

TEMI PELA PREVISÃO
A bola não entrava ou o goleiro Armani segurava. Quando chegamos a dez minutos do final, eu já começava a imaginar que minha previsão não seria confirmada.

Afinal, os dois times estavam estafados e a possibilidade de dois gols em tão curto espaço de tempo parecia impossível.

Foi ai que surgiu a competência de Gabigol, que fez pouco durante boa parte do jogo, errou dribles e passes e parecia num dia em pouca inspiração.

Mas, de repente ele achou espaço e fez o primeiro, aos 43 minutos da segunda fase. Passe foi de alta qualidade feito por Bruno Henrique. Três minutos depois, aos 43, ele venceu a briga com a dupla interna de zagueiros do River e chutou forte, sem chance de defesa para o goleiro Armani.

VIRADA FANTÁSTICA
Flamengo 2 a 1. De virada. Era tudo que a fantástica torcida rubro negra queria. Depois disso, o árbitro ainda deu alguns minutos de prorrogação mas o River já não tinha mais bala na agulha. O Flamengo, ao contrario, ressurgiu das cinzas e passou a jogar ainda mais do que antes da virada.. Talvez por isso o volante Palacios foi expulso depois de uma falta violenta.

Alguns segundos depois, Gabigol tomava agua ao lado do banco do Flamengo quando também recebeu cartão vermelho por atitude incompatível com o jogo de futebol. Ele quase nem precisou deixar o gramado. O árbitro Roberto Tobar, chileno que fez ótima arbitragem, apitou o final da partida.

Gabigol fez dois gols de um verdadeiro goleador
Gabigol fez dois gols de um verdadeiro goleador

ENORME FESTA
Foi uma enorme festa. Todo o banco de reservas, comissão técnica e jogadores que estavam em campo passaram a comemorar de todas as formas possíveis. Dando piques, beijando o escudo do clube, abraçando o companheiro mais próximo. Jorge Jesus, o grande arquiteto dessa conquista, também não se conteve e saiu saltitante para dentro do gramado.

Beijou alguns jogadores, abraçou forte outros. Afinal o grande sonho tinha sido concretizado.O objetivo tinha sido conquistado. Depois de 38 anos o Flamengo voltou a ganhar uma Libertadores. Torcida rubro negra que estava no estádio e aqueles que viram o jogo pela tv em todo o Brasil, saíram prá comemorar com enorme entusiasmo.

SÓ FALTA O MUNDIAL
Agora, só falta disputar o Mundial de Clubes e levantar outra taça. No caso, seria a tão decantada tríplice coroa, que poucos clubes conseguem conquistar. O Mengão está muito perto disso para completar o ano mais dourado e sua história. Será que ele consegue??

É o que vamos ver daqui alguns dias. É só ter um pouco mais de paciência.

C * U * R * T * A * S

*ESTÁDIO Monumental de Lima ficou lotado na tarde deste sábado. Mais flamenguistas do que torcedores do River. Foi um espetáculo bonito. Especial. No Brasil, como o Flamengo é o clube com maior número de torcedores do Pais, a festa também foi fantástica.

Televisão mostrou isso com flashs das principais cidades brasileiras. O Maracanã lotou só com sua torcida que viu o jogo através do telão. Também no Pacaembu havia muito flamenguista. Em estados do Nordeste e em Brasília também houve forte comemoração. Imaginem como será a recepção na volta ao Rio.

DESTAQUE PRO MATADOR
* NO JOGO de Lima maior destaque do Flamengo foi exatamente Gabigol. Não pelo que ele produziu durante o jogo, mas pelos dois gols decisivos que fez. Há quem diga que para contrata-lo em definitivo agora o Mengão vai precisar gastar mais de cem milhões de reais. Uma fortuna.

Ele ganhou dois troféus no final do jogo. Está super valorizado. Já existem clubes europeus interessados em leva-lo. Mas tudo indica, ele vai firmar um contrato milionário com o Flamengo, e vai ficar no Rio de Janeiro. Será bom para o clube, para ele e até para a Seleção Brasileira.

OUTROS DESTAQUES
* NAS OUTRAS posições, o Flamengo teve em Diego Alves um goleiro seguro e eficiente. Rafinha, Pablo Mori e Filipe Luiz foram razoavelmente bem na linha de zaga. William Arão e Arrascaeta apenas regulares. Não estavam muito inspirados.

Em compensação, Gerson jogou demais. Foi o melhor do time depois de Gabigol. Everton Ribeiro é o coordenador do time. Fez um jogo aceitável. Bruno Henrique não produziu bem no primeiro tempo. Foi bem marcado. Mas deu o passe medido para o primeiro gol do Santos feito por Gabigol. Jorge Jesus foi bem no comando.

BOM CONJUNTO
* NA EQUIPE argentina deve-se elogiar seu conjunto, seu futebol coletivo, apesar de também ter várias individualidades que dão qualidade à equipe. Armani é mesmo um grande goleiro. Na zaga gostei de Quarta, muito sério, muito firme.

No meio campo Nacho Fernandez e De La Cruz correram muito e mostraram um futebol de excelente nivel. Borré deve ser destacado porque foi o marcador do único gol do River. Aliás, o River caiu de pé. Jogou bem, correu o tempo todo e mostrou qualidade. Mas o faro de gol do centro avante do Flamengo superou tudo e deu a vitória ao Flamengo.

SÉRGIO CARVALHO - -
Sérgio Carvalho é um dos ícones do jornalismo esportivo brasileiro. Sua coluna ganhou mais de cincoenta prêmios durante o período em que foi publicada pelo Diário de São Paulo (antigo Diário Popular) durante mais de vinte anos. Hoje é um dos pontos de referência entre os colunistas do Futebol In
Veja perfil completo
Veja todos