Corinthians e São Paulo jogam com obrigação de vencer e jogar bem no Brasileirão

As duas equipes paulistas tentam se manter no G6 do Campeonato Brasileiro. Ambos vão jogar em casa no fim de semana

por SÉRGIO CARVALHO - - - Campinas

Na briga para assegurar ao menos o quarto lugar na classificação geral do Campeonato Brasileiro que valerá a classificação direta para a melhor fase da Libertadores 2020, Corinthians e São Paulo jogam em casa neste final de semana pela vigésima sétima rodada da competição.

O Timão que vem de empate em Goiás no meio de semana, encara nesse sábado o ainda combalido Cruzeiro, de BH, um dos clubes mais ameaçados pelo rebaixamento. Em tese, por jogar no Itaquerão onde quase sempre atinge seus objetivos, o time de Fabio Carille leva um certo favoritismo.

RAPOSA MOTIVADA
O problema é que, motivado pela vitória em cima do São Paulo nesse meio de semana, o Cruzeiro de Abel Braga pode surpreender o time da fiel dentro de seus domínios, em especial, se jogar com a mesma aplicação do jogo de quarta passada, diante do Tricolor paulista.

Enquanto isso o Tricolor que depois d e quatro bons resultados voltou a perder, tenta sua recuperação no Morumbi, contra o quase rebaixado Avaí, um dos piores times do campeonato. Exceto se uma tremenda zebra atacar no estádio tricolor nesse domingo, e os três pontos em jogo certamente serão creditados ao time de Felipe Diniz.

Bom lembrar que o jogo do Corinthians no sábado começa as 19 horas, enquanto o do Sâo Paulo no domingo será as 16 horas.

OUTROS PAULISTAS
Também no domingo jogam os outros dois clubes paulistas que disputam a série A do Brasileiro. O Palmeiras, por exemplo encara em Curitiba, o excelente Athletico Paranaense. Jogo muito dificil para o Verdão que não tem jogado bem nas últimas semanas.

Tudo pode acontecer nesse jogo. Já o Santos tem compromisso fora de casa, em BH, contra o Atlético MG. Peixe faz melhor campanha e tem mais time. Assim, se a lógica prevalecer, dá Peixe na cabeça.

Corinthians e São Paulo jogam em casa
Corinthians e São Paulo jogam em casa

OLHA O SÁBADO...
Os outros jogos desta rodada do Campeonato Brasileiro são esses: sábado, Fortaleza x Grêmio, na capital no Ceará, as 17 horas.Tricolor gaúcho joga com seu time reserva e, por isso, pode ser derrotado pelo time de Rogério Ceni. Completo, o Grêmio certamente venceria.

OLHA O DOMINGO...
No domingo, a partir de 16 horas, jogam Internacional x Vasco, em Porto Alegre. Jogo equilibrado. As 18 horas, um grande clássico carioca entre Flamengo e Fluminense.

Mengão que tem vencido todas, também é favorito absoluto nessa partida. As 19 horas, a Chapecoense recebe o Goiás, em Chapecó. Time goiano tem tudo para vencer. Na segunda, as 19h30, Bahia x Ceará. As 20 horas, Botafogo x CSA. Meus favoritos são os dois clubes mandantes.

C * U * R * T * A * S

* TODOS os resultados da vigésima sexta rodada do Brasileirão 2019 disputada no último meio de semana. Grêmio 0 x Bahia 1. CSA 2 x Atlético MG 2. Fortaleza 1 x Flamengo 2. Cruzeiro 1 x São Paulo 0. Palmeiras 1 x Chapecoense 0. Vasco da Gama 2 x Botafogo 1. Goiás 2 x Corinthians 2.

Santos 2 x Ceará 1. Avaí 0 x Internacional 2. Fluminense 1 x Athlético PR 2. Números do campeonato- Mais vitórias - Flamengo, 19. Melhor ataque - Fla 55 gols. Melhor defesa - São Paulo, 17 gols contra. Mais empates - Corinthians 11. Mais derrotas -Chape, 16

* DEPOIS de mais uma rodada do Brasileirão da série A a classificação ficou assim. Líder absoluto o Flamengo com 61 pontos ganhos (virtual campeão). Palmeiras está em segundo com 52. Santos tem 51. Corinthians, 44. São Pauo, 43. Internacional, 42. Grêmio e Bahia, 41. Athletico PR, 38. Goias, 37. Vasco da Gama, 34. Atlético MG, 32. Botafogo, 30.

Fluminense, 29. Fortaleza, 28. Ceará e CSA, 26. Cruzeiro, 25. Avaí, 17. Chapecoense, 16. Fica evidente que ninguém vai superar o Mengão e que a Chapecoense e o Avaí vai cair para a série B..

PEIXE LEVOU SUSTO

* O SANTOS jogou nessa quinta feira à noite em Vila Belmiro. Levou um sustos 17 minutos de jogo quando Lima abriu o placar para o Ceará. No segundo tempo o time de Jorge Sampaoli reagiu forte, fez o gol de empate através Sasha, aos 10 minutos e desempatou aos 39 através Gustavo Henrique.

O resultado acabou sendo justo para o Peixe que foi muito mais objetivo em campo. Seu inicio não foi dos melhores mas aos poucos o time se entrosou e passou a criar situações de gol. Nem o gol de abertura feito pelo Ceará chegou a intimidar a equipe da Vila.

No segundo tempo o domínio foi santista e a virada veio como consequência. Com o resultado o Peixe chega aos 51 pontos ganhos e mantém-se em terceiro lugar na classificação geral. O Ceará que tentou ao menos um empate, continua mal na tabela com 26 pontos.

SANCHEZ FOI BEM

* DESTAQUE maior do Santos nesse jogo foi sem dúvida o jogador Sanchez. Ele trabalhou no meio campo nos dois tempos, marcou, criou e fez ótimos lançamentos. Depois dele devemos citar o zagueiro Gustavo Henrique, que fez o gol da vitória e teve ótima participação em toda a partida. Sasha também merece aplausos. No time do Ceará nenhum destaque maior.

O time valeu pelo seu espírito coletivo e sua aplicação. Deu muito trabalho ao Santos mas não conseguiu segurar o empate como queria. Mas tem tudo para continuar na série A do Brasileiro.

* APITO amigo. Lembram quem criou essa frase? Foi o amigo Milton Neves, da Rádio Jovem Pan e hoje da TV Bandeirantes. Ele dizia que o Corinthians era o clube mais prestigiado pelos árbitros. Quando jogava mal alguém marcava um pênalti ou confirmava um gol em jogada irregular para favorecer o Timão.

A frase pegou e até hoje é motivo de ironias contra o torcedor corintiano. Pois nesta quarta, aconteceu em Goiânia, uma participação do Apito Amigo para o Corinthians empatar o jogo. Já no rush final da partida diante do bom time do Goiás.

*A BOLA tocou no braço de um zagueiro do time da casa e o árbitro depois de consultar o VAR deu o pênalti inexistente. Gustagol cobrou e empatou a partida. Injusto porque nem o Corinthians jogou para merecer o empate, nem o Goiás mereceu levar esse gol irregular.

Aliás, é bom reforçar. O time de Fabio Carille não jogou para empatar ou ganhar esse jogo. Merecia a derrota pelo pouco que jogou. Os gols foram de Janderson aos 10 e Michael aos 3 minutos do primeiro tempo. Barcia aos 25 e Gustagol aos 51 minutos do segundo periodo. Final, 2 a 2.

TIMÃO SEM BRILHO

* NO CORINTHIANS ninguém merece grande destaque. Futebol da equipe foi pífio. No Goiás, destaque especial para a revelação local, o jovem atacante Michael. Além do gol ele fez ótimas jogadas e mostrou ter muito futuro no futebol brasileiro.

Barcia também merece elogios pela sua participação no jogo e pelo gol que fez. Nada menos do que 15.029 torcedores pagaram ingressos, isso apesar da boa campanha que o Goiás faz nesse turno do Campeonato Brasileiro. Mas atualmente a queda de público é uma realidade no Brasileiro de 2019.

VERDÃO JOGOU MAL

* O PALMEIRAS voltou a jogar mal. Sua defesa até produziu o esperado mas o ataque foi desastroso. Os jogadores até arremataram, mas faltou qualidade para fazer o gol. Único atleta que produziu o esperado foi Dudu, em especial, no segundo tempo.

Ele é mesmo o jogador que desequilibra no ataque verde. A Chapecoense, adversário do Verdão nessa partida disputada na Allianz Arena, valorizou o jogo. Correu muito, anulou as principais virtudes do Palmeiras e tentou explorar suas deficiências., Mas faltou qualidade ao futebol do time de Chapecó.

* O ÚNICO gol do jogo foi marcado por Felipe Melo, aos 54 minutos do segundo tempo. Ou seja, já nos descontos impostos pelo árbitro da partida. Melo mostrou oportunismo e conseguiu tocar para dentro do gol um cruzamento feito para a grande área adversária. Ele comemorou muito.

Mas ficou a imagem negativa do futebol que o time de Mano Menezes exibiu. Um futebol confuso, pouco objetivo, que vai bem até o meio campo mas é frágil no ataque. Diferente do líder Flamengo, que detona todo adversário que surge a sua frente. 22.738 viram esse jogo.

SÃO PAULO, SEM EXPLICAÇÃO

* NÃO DÁ para explicar. O São Paulo troca de técnicos mas sua irregularidade tática e técnica não muda. É um time que não consegue ter uma boa sequencia de vitórias. No tempo de Cuca chegou a ficar cinco jogos sem perder.

Depois perdeu, voltou a jogar mal e o treinador acabou pedindo demissão Felipe Diniz chegou com uma esperança de futebol bonito, de bom toque de bola e muita agressividade. Em quatro jogos o São Paulo mostrou qualidade. Mas quarta à noite em BH, voltou ao seu "joguinho". Só se defendeu. Seu ataque foi desastroso.

* NO FINAL da partida o placar punia o Tricolor paulista pela incompetência. Cruzeiro 1 x São Paulo 0. Um Cruzeiro que jogou com muita garra, muita aplicação tática. Não deixou o São Paulo andar. Aos 12 minutos do segundo tempo, numa jogada pela direita, o gol do Cruzeiro saiu.

Saiu o cruzamento, ninguém marcou Thiago Neves que, com muito oportunismo, fez 1 a 0 para o Cruzeiro. O Mineirão explodiu. Era o gol que faltava e que deu ainda mais gás ao time da casa. Enquanto isso, o São Paulo murchou. Placar final foi justo (1x0) para o Cruzeiro.

DESTAQUE NA RAPOSA

* NO TIME dirigido por Abel Braga Thiago Neves foi o grande destaque. Correu e jogou bem, além de fazer o gol. Os outros estiveram numa boa média de atuação. No São Paulo, Volpi, Alboreda e Bruno Alves jogaram muito. Os demais decepcionaram.

O pior sem dúvida foi Antony. Errou nada menos de dezoito passes, não chutou, não concluiu. Peso morto. Daniel Alves fez um jogo abaixo da crítica. Pato uma decepção. Hernanes também. Ou seja. O São Paulo voltou a apresentar sérios problemas técnico-táticos. Voltou a estaca zero. Um vexame.

SÉRGIO CARVALHO - -
Sérgio Carvalho é um dos ícones do jornalismo esportivo brasileiro. Sua coluna ganhou mais de cincoenta prêmios durante o período em que foi publicada pelo Diário de São Paulo (antigo Diário Popular) durante mais de vinte anos. Hoje é um dos pontos de referência entre os colunistas do Futebol In
Veja perfil completo
Veja todos