Copa Paulista: Zagueiro Paulo Henrique relembra duelos entre Votuporanguense e Atibaia

Os dois times já se enfrentaram nesta edição, com uma vitória para cada lado

por Federação Paulista (FPF)

Votuporanga, SP, 08 (AFI) - O Votuporanguense está em sua terceira disputa de Copa Paulista. Elminado nas quartas de final em 2014 e 2016, a equipe alvinegra chega pela primeira vez entre as quatro melhores do torneio.

Agora, o time disputa contra o Atibaia uma vaga em um torneio nacional em 2019. Os times já se enfrentaram nesta edição, com uma vitória para cada lado.

“A dificuldade será grande, devido ser uma semifinal e a equipe do Atibaia é forte e qualificada. Estamos crescendo muito no campeonato e tentamos nos manter com esse rendimento alto. É uma semifinal, todos queremos chegar longe e tentaremos nos entregar ao máximo, porque tudo vem dando certo”, analisou o zagueiro Paulo Henrique.

REFERÊNCIA
Aos 25 anos, o atleta é uma referência no grupo, já que desde 2015 está no clube. Ele divide responsabilidade com outros nomes do elenco para auxiliar os jovens, mas revela admiração pelo meia Ricardinho.

“A responsabilidade é sempre grande (para ajudar os atletas mais novos). Um dos orgulhos é estar jogando com Ricardinho, que é um prazer para todos nós, e outra é que somos espelho para a garotada. Então, a conduta deve ser a melhor possível, com conselhos também, procuramos ser exemplo dentro e fora dos gramados”, apontou.

O grande tempo de clube fez com que Paulo Henrique atingisse uma marca importante dentro do Votuporanguense. Com 119 partidas disputadas, o zagueiro igualou a marca do ex-goleiro Cairo e agora vive a expectativa de superá-lo.

“É uma satisfação muito grande entrar na história de um clube grande como o Votuporanguense. Sou da região, então foi um sonho atuar com a camisa do Votuporanguense e chegar com esses números no clube é de grande satisfação”, finaliza.

Desde o início do ano Paulo Henrique é comandado pelo técnico Rafael Guanaes. O estilo de jogo implantado por ele na equipe é elogiado pelo zagueiro.

“Uma evolução visível foi a postura da equipe dentro de campo, devido pensamento do treinador. Com passes curtos, posse de bola... e a estrutura do clube vem crescendo à medida que passa, pensamentos bons, crescendo grandiosamente nesse aspecto”, indica.

LEMBRANÇAS
Atibaia e Votuporanguense se enfrentaram em poucas oportunidades na história. Antes dos dois jogos da Copa Paulista, o único confronto aconteceu em 25 de março de 2015, pela 14ª rodada do Paulistão A3.

O confronto citado ainda fica na mente do defensor e Paulo Henrique guarda boas lembranças da partida.

Os dois clubes já se enfrentaram duas vezes nesta Copa Paulista (Foto: Rafael Nascimento)
Os dois clubes já se enfrentaram duas vezes nesta Copa Paulista (Foto: Rafael Nascimento)

“Foi um jogo muito disputado, eles estavam na nossa frente na classificação e precisávamos do resultado positivo. Nossa equipe fez um jogo espetacular, conseguimos fazer uma grande partida contando com o apoio da torcida e vencemos eles por um bom placar”, relembra ele sobre o 4 a 1 daquela partida.

Do outro lado, estava Elvinho, jogador que depois atuou pelo Votuporanguense. “Uma das lembranças que guardo é o jogador Elvinho. Ele estava no Atibaia e era um jogador difícil de se marcar. Depois de algum tempo virou amigo meu e veio para o Votuporanguense, mas foi muito difícil de marcar ele naquela partida”, disse Paulo.

O JOGO
O Votuporanguense volta a enfrentar o Atibaia na manhã deste sábado, às 11h, no Estádio Benito Agnelo Castelano, pela semifinal da Copa Paulista.

 
 
" />