Depois de zagueiro, atacante também aciona o Vitória na justiça por atraso de salário

O jogador usou as redes sociais para se justificar e afirmou que tentou um acordo poor meses

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 10 (AFI) – Depois do zagueiro Ruan Renato, mais um jogador acionou o Vitória na Justiça. Dessa vez foi o atacante Neto Baiano, que cobra salários atrasados do clube.

O jogador usou as redes sociais para justificar o que fez e ressaltou que esperou meses pelos pagamentos até que chegou um momento em que não havia outra solução senão acionar o clube judicialmente.

Conforme ele mesmo já havia antecipado no texto, alguns torcedores não iriam receber bem essa notícia e, talvez com isso mente, o jogador apagou a postagem pouco depois.

“Entendo a falta de compreensão de alguns torcedores. No entanto, todas as possíveis tentativas de acordo foram realizadas por mim e por minha assessoria jurídica para que houvesse o justo e amigável adimplemento do contrato pelo clube, inclusive, aceitando parecelar o saldo, mas não obtivemos êxito”, justificou.

Confira a nota de Neto Baiano na íntegra

Em respeito a torcida do Esporte Clube Vitória e a todos os fãs e amigos que me seguem, venho por meio desta rede social, informar que realmente estarei ajuizando ação trabalhista contra o referido clube.

Entendo a falta de compreensão de alguns torcedores. No entanto, todas as possíveis tentativas de acordo foram realizadas por mim e por minha assessoria jurídica para que houvesse o justo e amigável adimplemento do contrato pelo clube, inclusive, aceitando parcelar o saldo, mas não obtivemos êxito em qualquer delas.

Tentei conversar com os responsáveis, e de alguns, sequer, obtive resposta.
Esperei por meses, mas não houve o devido pagamento, tampouco qualquer satisfação.
Infelizmente, diante desta situação, a única medida que me resta é a justiça!

Reconheço não ter sido a minha melhor passagem pelo clube, quando se trata de resultados dentro de campo (gols), mas isso não quer dizer que eu deixei de treinar e ou de me esforçar pelos melhores efeitos.

Assim, isso me faz ter o direito de receber os salários, como qualquer outro trabalhador.
Tenho família, filhas e despesas.

Quero enfatizar, ainda, apesar do infortúnio, o meu afeto pelo Esporte Clube Vitória. Sempre expus a minha maior consideração pela torcida, assim como a satisfação pelos títulos que conquistei jogando por este grande clube.

Com isso, o único objetivo é pleitear os meus direitos, ante a falta da atual gestão.

Atenciosamente,
Neto Baiano