Série B: Dirigente sobre empate do Vila Nova: "Rebaixamento decretado"

O Tigre ficou perto da Série C após empatar por 1 a 1 com Oeste no Serra Dourada

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 21 (AFI) - O empate por 1 a 1 diante do Goiás, em pleno Serra Dourada, praticamente confirmou o rebaixamento do Vila Nova à Série C do Campeonato Brasileiro. Na visão do dirigente Hugo Jorge Bravo, a queda foi decretada nesta quarta-feira.

"O rebaixamento foi sacramentado. Quase impossível tirar essa diferença na última rodada. Fica o sentimento de tristeza e muita vergonha. Agora precisamos juntar os cacos e enfrentar a Série C. Todos saímos perdendo", afirmou.

"Só tenho que pedir perdão aos torcedores. Sei que foi um ano dolorido, mas peço que não desistam do clube. Precisamos de todo mundo para o próximo ano. Infelizmente o Vila foi rebaixado há várias rodadas atrás", completou o presidente Ecival Martins.

Itamar lamentou o empate do Vila Nova - Comunicação/Vila Nova
Itamar lamentou o empate do Vila Nova
ITAMAR SCHULLE

O técnico Itamar Schulle lamentou as chances perdidas pelo Vila Nova na partida e afirmou ter feito tudo que foi possível para tentar salvar o clube do rebaixamento.

"O meu melhor eu fiz. Não deixei ninguém ao meu redor desacreditar que era possível. Criamos muitas chances, poderíamos ter vencido. Treinamos muito a finalização. Futebol você tem que transformar as chances em gols, mas eles não ocorreram. Lamentamos essa falta de tranquilidade ou de oportunidade para converter as chances", falou o treinador.

Com o empate, o Vila Nova ficou na penúltima colocação, com 36 pontos, a três do Figueirense, que ainda não entrou em campo na rodada.