Com desfalques por covid-19, Vasco encara Defensa y Justicia na Sul-Americana

Principal baixa é o técnico Ricardo Sá Pinto que ficou no Rio de Janeiro, ao lado do seu auxiliar, Rui Mota

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 26 (AFI) - Apesar de vir embalado com dois jogos sem derrota, o Vasco está na zona de rebaixamento do Brasileirão e agora "muda a chave" para se concentrar no jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Nesta quinta-feira, o time carioca visita o Defensa y Justicia, no estádio Norberto Tomaghello, em Florencio Varela, nos arredores de Buenos Aires, na Argentina, às 21h30 (horário de Brasília).

O duelo de volta das oitavas acontece na próxima quinta-feira (03), desta vez no Rio de Janeiro, no estádio de São Januário, também às 21h30. Vale lembrar que há vantagem por gol fora. Caso avance, o Vasco poderá fazer um duelo brasileiro contra o Bahia, que nesta terça-feira venceu o jogo de ida das oitavas contra Unión Santa Fe-ARG e tem vantagem para volta.

Esperança de gols. (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco)
Esperança de gols. (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco)
SEM TÉCNICO!
O Vasco embarcou para a Argentina na tarde desta quarta-feira com diversos desfalques por conta do surto de covid-19. A principal baixa é o técnico Ricardo Sá Pinto que ficou no Rio de Janeiro, ao lado do seu auxiliar, Rui Mota.

Por conta dos desfalques na comissão técnica, a equipe será comandada pelo auxiliar permanente Alexandre Grasseli, que ficou à frente da equipe em duas partidas contra Flamengo e Internacional depois da demissão de Ramon, antes da contratação de Sá Pinto.

Mas a lista de contaminados é grande entre os jogadores: Fernando Miguel, Werley, Ulisses, Tiago Reis, Benítez, Talles Magno, Jadson, Fintelman, Ribamar e Fellipe Bastos. Os dois últimos já até cumpriram os período de dez dias de quarentena e passam bem, mas eles voltaram a testar positivo e, por isso, seguem de fora.

Por outro lado, a grande novidade dos relacionados foi o meia Carlinhos, livre do coronavírus. Assim como Leandro Castán e Miranda, que retornaram os treinos nesta semana após se recuperarem da doença.

EM CRISE!
Sem vencer nas quatro primeiras rodadas do Copa Liga Profissional, torneio do futebol argentino, o Defensa y Justicia está focado em surpreender na Copa Sul-Americana e para isso, o técnico Hernán Crespo, conhecido ex-atacante, preservou alguns jogadores no duelo do final de semana da competição nacional visando a partida contra o time brasileiro.

Ao todo, cinco jogadores ficaram de fora da derrota para o Colón, por 2 a 0. São eles: David Martínez e Marcelo Benítez - que não foram nem relacionados -, Brain Romero e Francisco Pizzini, que entraram no decorrer da partida. Crespo tem jogado com um esquema de três zagueiros que deverá manter mesmo jogando em casa.