Henrique exalta fator casa e confia em vitória do Vasco sobre o Cruzeiro

De fato, a campanha do Vasco em São Januário é bastante superior ao desempenho longe do estádio

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 10 - O empate no clássico de terça-feira com o Botafogo tirou o Vasco da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, mas não deu a tranquilidade que o clube precisa. Com 31 pontos, o time esta a apenas um da degola e, por isso, precisa da vitória sobre o Cruzeiro neste domingo, em São Januário, pela 29.ª rodada. E é justamente o fato de atuar em casa que faz os jogadores acreditarem no triunfo.

"Dentro de casa, precisamos impor o nosso ritmo e jogar da nossa maneira. Conquistar uma vitória contra o Cruzeiro vai ser muito importante para a gente. A maioria das nossas vitórias foi em casa, porque a torcida empurra e São Januário tem uma energia diferente. É lógico que buscamos vencer também fora, mas somos muito mais fortes atuando em casa", declarou o lateral Henrique.

Henrique exalta fator casa e confia em vitória do Vasco sobre o Cruzeiro
Henrique exalta fator casa e confia em vitória do Vasco sobre o Cruzeiro
De fato, a campanha do Vasco em São Januário é bastante superior ao desempenho longe do estádio. Como mandante, o time tem o 13.º melhor retrospecto da competição, com 24 pontos, mas fora de casa, são apenas sete pontos, sem nenhuma vitória, na 16.ª posição entre as 20 equipes.

Diante deste cenário, o Vasco vai precisar evoluir muito para escapar da zona de rebaixamento sem sustos. Para isso, Henrique considerou que o time precisa encarar as 11 partidas restantes como finais.

"Falamos antes da partida de ontem que teríamos 11 finais pela frente. É dessa forma que iremos encarar essa reta final do Brasileiro. Não vejo como sofrimento ou angústia. Se trabalharmos e acreditarmos no que estamos fazendo, iremos conseguir nossos objetivos. Precisamos estar concentrados e focados naquilo que queremos dentro do campeonato, que é sair dessa zona de desconforto. São partidas importantes e que vão definir o nosso final de ano", apontou.

 
 
" />