Treinador "mais sortudo do Brasil" deixa lanterna do Campeonato Mineiro

Alexandre Barroso conquistou somente três pontos, em cinco jogos que esteve à frente do Galo Carijó

por Agência Futebol Interior

Juiz de Fora, MG, 04 (AFI) - O treinador Alexandre Barroso não é mais o treinador do Tupi. Ele foi demitido após seu time ter sido derrotado para o Vila Nova no sábado por 3 a 1. A informação é da Rádio Globo de Juiz de Fora (AM 910). Barroso deixa o Tupi na lanterna do Campeonato Mineiro com apenas três pontos ganhos em cinco jogos, com um péssimo aproveitamento de 20% e um saldo negativo de menos oito gols.

Alexandre Barroso, outro trabalho negativo em Minas Gerais
Alexandre Barroso, outro trabalho negativo em Minas Gerais
Agora, o Tupi parte atrás de um novo treinador para fazer com que a tradicional equipe do interior mineiro não seja rebaixada para o Módulo II. Ailton Ferraz e Estevão Soares, que recentemente estiveram no clube fazendo bons trabalhos, são nomes cotados.

Depois do Campeonato Mineiro, o Tupi tem calendário nacional, estando na Série C do Campeonato Brasileiro.

O próximo jogo do Tupi será no próximo sábado, em Juiz de Fora, contra o Patrocinense, que também não faz boa campanha.

ALEXANDRE BARROSO, UM "TREINADOR DE SORTE"
Prestes a completar 56 anos, o mineiro Alexandre Barroso é um dos treinadores de "maior sorte" e de "ótimos padrinhos" no futebol brasileiro. De muito tempo vem colecionando resultados medíocres e, ainda assim, sempre está bem emprego. No Tupi, chegou ao clube com mais de um mês antes do início do Campeonato Mineiro, tendo feito toda a pré-temporada da equipe. Ainda assim, fez cinco jogos e perdeu quatro, vencendo apenas a Caldense.

Nos últimos anos foi muito mal no CRB-AL, Mamoré-MG e Uberlândia-MG e, ainda assim, acabou contratado pelo Tupi para disputar o valorizado Campeonato Mineiro.

 
 
" />