FTF decreta luto oficial de três dias por causa da tragédia com o Palmas

Entidade tocantinense já havia se solidarizado com as famílias das vítimas

por Agência Futebol Interior

Palmas, TO, 25 (AFI) - A Federação Tocantinense de Futebol (FTF) decretou luto de três dias ponta do acidente aéreo que matou seis pessoas: Lucas Meira, empresário e presidente do Palmas, os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante Wagner.

"O presidente da Federação Tocantinense de Futebol (FTF), Leomar Quintanilha, decretou luto oficial de três dias em razão do falecimento do presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Vieira da Silva Meira, e dos jogadores do time palmense Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Marcus Molinari e Ranule Gomes e do Comandante Wagner Machado, vítimas de acidente aéreo, ocorrido na manhã deste domingo, 24", diz nota oficial da FTF que já havia se solidarizado com as famílias das vítimas.

Luto oficial por três dias. (Foto: Reprodução / FTF)
Luto oficial por três dias. (Foto: Reprodução / FTF)
"A Federação Tocantinense de Futebol, profundamente consternada com o trágico acidente aéreo ocorrido nesta manhã em Palmas, que vitimou o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira; os atletas Guilherme Noé, Marcus Molinari, Lucas Praxedes, Ranule Gomes, além do piloto da aeronave Wagner Machado, apresenta seus mais profundos sentimentos e se solidariza com familiares e amigos pela inestimável perda de tantos entes queridos. Que Deus possa confortar a todos neste momento de tão intensa dor", escreveu a entidade.

TRAGÉDIA!
O acidente aconteceu na manhã de domingo e matou Lucas Meira, empresário e presidente do Palmas, os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante Wagner.

De pequeno porte, o avião caiu logo após a decolagem na Associação Tocantinense de Aviação (ATA), no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional. O avião deu algumas voltas, perdeu altitude e atingiu o solo em um matagal, pegando fogo. Todos integrantes morreram.

Todos viajavam para Goiânia, onde o Palmas enfrentaria o Vila Nova nesta segunda-feira pelas oitavas de final da Copa Verde. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) adiou o jogo.

O Vila Nova entrou direto nas oitavas, enquanto o Palmas eliminou o Real Noroeste, por 2 a 0, na primeira fase. A Copa Verde tem sido disputada em 2021 por causa do estrago causado pela pandemia de Covid-19.