Carregado por artilheiros, Sport retorna à elite depois de um ano

Guilherme e Hernane Brocador marcaram 31 de 47 gols do Sport na Série B do Brasileiro

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 21 (AFI) - A espera acabou. Na noite da última quarta-feira, com a vitória de virada sobre a Ponte Preta, por 2 a 1, na Ilha do Retiro, o Sport comemorou o retorno à elite do Campeonato Brasileiro quase um ano depois de ter sido rebaixado para a Série B.

A queda no ano passado fez a diretoria reformular bastante o elenco e reduzir o número de medalhões. Tanto que os ídolos Magrão e Durval perderam espaço e anunciaram suas aposentadorias. Mesmo sem ter muito dinheiro em caixa, o Sport teve uma das maiores folhas salarias da Série B, de aproximadamente R$ 1,2 milhão.

Torcida do Sport comemora retorno para a elite do Brasileirão (Foto: Site Oficial Sport)
Torcida do Sport comemora retorno para a elite do Brasileirão (Foto: Site Oficial Sport)

O início rubronegro não foi dos melhores e deixou a torcida um pouco temerária em relação ao futuro do time comandado por Guto Ferreira. A primeira vitória na Série B veio apenas na quarta rodada, quando ganhou do América-MG, por 2 a 1, de virada, com dois gols marcados nos cinco minutos finais.

Ao longo do campeonato, o Sport viveu momentos de oscilação, que o deixaram distante da briga pelo título e também com o acesso ameaçado. O alto número de empates - 16 até aqui - contribuiu bastante para isso. O time de Guto Ferreira, porém, foi o que menos perdeu: apenas quatro vezes.

Apesar de alguns altos e baixos, o Leão foi merecedor da conquista do acesso, pois ficou 24 rodadas entre os quatro melhores. No dia 20 de agosto, o Sport ganhou do Vila Nova, por 2 a 0, em Goiânia, e entrou no G4 para não sair mais. A partida foi válida pela 17ª rodada.

DESTAQUES!
Ao falar dos destaques rubronegros, não tem como deixar de fora a dupla formada por Guilherme e Hernane Brocador. O primeiro veio emprestado pelo Grêmio, enquanto o outro permaneceu mesmo após participar da campanha que rebaixou o Sport no ano passado.

Guilherme e Hernane Brocador foram os destaques do Sport (Foto: Site Oficial Sport)
Guilherme e Hernane Brocador foram os destaques do Sport (Foto: Site Oficial Sport)

E a mescla de juventude com experiência deu mais do que certo. Os dois foram responsáveis por 31 dos 47 gols marcados pelo Sport na Série B. Guilherme, com 17, é o artilheiro isolado do campeonato, enquanto Hernane Brocador tem 14 e não atua desde a 34ª rodada. Uma fratura no rosto tirou o atacante da reta final da temporada.

Sem muito dinheiro em caixa devido ao rebaixamento, a diretoria foi buscar por empréstimos jogadores que estavam sem espaço em grandes clubes do Brasileirão. O time titular, por exemplo, tinha Rafael Thyere (Grêmio), Charles (Internacional), Willian Farias (São Paulo), Leandrinho (Botafogo), Hyuri (Atlético-MG) e Guilherme (Grêmio).

O TREINADOR


Não podemos deixar de lembrar também do trabalho realizado por Guto Ferreira. Depois do Sport não iniciar bem a temporada sob o comando de Milton Cruz, a diretoria resolveu apostar no treinador de 54 anos.

Anunciado no final de dezembro, ele assinou contrato até o fim da temporada.

Esse é o terceiro acesso conquistado por Guto Ferreira na Série B do Brasileiro. Antes, ele havia subido com Ponte Preta (2014) e Bahia (2016). Não é a toa que o presidente Milton Bivar deixou claro o desejo de renovar contrato com o treinador para 2020. E é isso que deve acontecer.