Seleção FI da Série B tem Apodi, Rafael Sóbis e técnico 'tigrão'

Felipe Conceição vem fazendo um grande trabalho no Guarani e, de novo, apareceu entre os melhores

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 25 (AFI) - A 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro terminou com os mesmos times dentro do G-4: Chapecoense, América, Sampaio Corrêa e Juventude. No entanto, a briga pelo acesso se acirrou, com Cuiabá, Avaí, Ponte Preta e CSA muito próximos.

A seleção foi montada com alguns jogadores de renome, caso de Rafael Sóbis, que retornou ao Cruzeiro para ser um dos homens de confiança de Luiz Felipe Scolari. Apodi, da Ponte Preta, é outro que aparece com destaque.

O técnico escolhido foi Felipe Conceição, que tem feito um grande trabalho no Guarani, que começa a sonhar com uma vaga no G-4.

CONFIRA A SELEÇÃO FI

Goleiro: Gustavo (Sampaio Corrêa)
Foi de fundamental importância para a vitória suada do Sampaio Corrêa sobre o Figueirense, em pleno Orlando Scarpelli. No final do primeiro tempo, quando o time catarinense vencia por 1 a 0, Gustavo fez uma grande defesa no pênalti cobrado por Diego Gonçalves e recolocou a Bolívia Querida novamente no jogo. Ainda fez outras defesas ao longo do jogo.

Apodi é o cara da Ponte Preta
Apodi é o cara da Ponte Preta

Lateral-direito: Apodi (Ponte Preta)
A Macaca teve mais uma atuação ruim sob o comando de Marcelo Oliveira e novamente Apodi apareceu para salvar o cargo do treinador. Como um raio, o lateral aproveitou lançamento preciso de Neto Moura, dominou no peito e bateu na saída de Caíque França. Precisou deixar o campo após choque com o goleiro, mas mesmo assim foi o melhor do jogo.

Zagueiro: Airton (Avaí)
O sistema defensivo do Avaí teve atuação destacada na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo. O time de Ribeirão Preto praticamente não conseguiu criar e foi facilmente contido pelo adversário. Airton, que ganhou todas atrás, se aventurou no ataque para fazer o único gol do Leão no duelo, que rendeu três pontos importantes na briga pelo acesso.

Zagueiro: Héverton (Brasil)
O zagueiro mostrou faro de gol para abrir o caminho do Brasil na vitória por 2 a 1 diante do CRB. Na defesa, também não comprometeu, fez uma partida segura e ajudou a equipe xavante a segurar a pressão do rival nos minutos finais. Foi um dos pontos altos da equipe.

Bidu fez outra boa partida pelo Guarani
Bidu fez outra boa partida pelo Guarani

Lateral-esquerdo: Bidu (Guarani)
É verdade que ainda tem o que melhorar na questão defensiva, mas lá na frente vem sendo um dos principais destaques do Guarani. Deu cruzamento para Júnior Todinho levar perigo em cabeçada e depois contou com uma ajuda do goleiro Alisson para abrir o placar na Vila Capanema.

Volante: Serginho (Confiança)
Além de Reis, Serginho foi um dos pontos fortes da vitória do Confiança sobre o Cuiabá. O jogador é o homem de contenção e ainda apareceu muito bem no ataque, ao dar assistência para o gol do camisa 11. Até de amador está jogando bem.

Volante: Juninho (América)
O carregador de piano do América vem sendo um dos principais destaque dessa campanha impressionante do América. Na vitória, por 2 a 1, diante do Juventude, o jogador correu por dois, atuou em todos os setores do campo e ainda marcou o primeiro gol do triunfo do Coelho.

Meia: Marcinho (Sampaio Corrêa)
Marcinho liderou o Sampaio Corrêa na virada contra o Figueirense por 2 a 1. Quando o jogo estava difícil para o lado da equipe maranhense, o meia bateu uma falta com precisão, no fundo das redes. A partir daí o time cresceu e levou os três pontos.

Rafael Sóbis virou braço direito de Felipão
Rafael Sóbis virou braço direito de Felipão

Atacante: Rafael Sóbis (Cruzeiro)
Saiu o primeiro gol de Rafael Sóbis em sua volta ao Cruzeiro. E foi no melhor momento possível. Afinal, ele conseguiu o que poucos tinham conseguido. Sóbis deixou a sua marca contra a Chapecoense que havia tomado só seis tentos. O gol da vitória do Cruzeiro foi de falta. Gol importante que afastou a Raposa da degola.

Atacante: Reis (Confiança)
Ditou o ritmo da vitória do Confiança por 2 a 0 sobre um fragilizado Cuiabá. O camisa 11 fez de tudo, contribuiu muito na marcação, construiu jogadas, uma delas resultou em gol de Bruno Paraíba, e ainda marcou o gol que abriu o caminho para o triunfo do Dragão. Vem tendo atuação destacada na Série B.

Atacante: Paulo Sérgio (CSA)
É o homem gol do CSA. Novamente, carregou a equipe nas costas para mais uma vitória. O Azulão bateu o Operário e seguiu em boa situação na tabela de classificação. Com o faro do atacante, o clube alagoano poderá sonhar com coisas boas na temporada.

Técnico: Felipe Conceição (Guarani)
A sua chegada mudou tudo no Brinco de Ouro da Princesa. Em nove partidas sob o comando de Felipe Conceição, o Guarani teve seis vitórias, dois empates e apenas uma derrota. Os resultados fizeram o Bugre deixar a zona de rebaixamento e sonhar com uma vaga no G4 da Série B. Não é a toa que a diretoria renovou seu contrato até dezembro de 2021.

Felipe Conceição é o cara da rodada
Felipe Conceição é o cara da rodada