Seleção FI da Copa Paulista tem único técnico 100% e artilheiro do Guarani

A quarta rodada da primeira fase chegou ao fim na tarde desta sexta-feira (20) com a vitória, de 2 a 1, do Comercial sobre o Velo Clube

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) - A quarta rodada da primeira fase da Copa Paulista chegou ao fim na tarde desta sexta-feira (20) com a vitória, de 2 a 1, do Comercial sobre o Velo Clube em partida isolada. Até aqui, o XV de Piracicaba é o único time que conseguiu vencer os quatro duelos - a Portuguesa também vem forte, com três triunfos e um empate.

Em meio a esse cenário, a Seleção do Portal Futebol Interior da rodada é liderada por Moisés Egert, único técnico com 100% de aproveitamento até aqui. A tática usada é o 4-4-2, com três meias e apenas um volante. Destaque também para a dupla formada por Caio e Bruno Paulo, que lidou o Guarani na primeira vitória.

Moisés Egert é o treinador do único time com 100% de aproveitamento (Foto: Elber Febretti)
Moisés Egert é o treinador do único time com 100% de aproveitamento (Foto: Elber Febretti)

CONFIRA A SELEÇÃO FI ABAIXO

Goleiro: Jeferson (Atibaia)
Se na rodada passada o goleiro da Seleção FI foi Tom, da Ferroviária, por boas defesas contra o Atibaia, desta vez os papéis se inverteram. O arqueiro do Falcão foi destaque no empate em 0 a 0 na Fonte Luminosa, colaborando com intervenções importantes e mostrando segurança em sua meta, saindo com um ponto valioso fora de casa.

Lateral-direito: Danrley (Comercial)
O Leão do Norte recebeu o Velo Clube, campeão paulista da Série A3 que reestreava o técnico João Vallim, e foi imensamente superior. No entanto, encontrou dificuldades parar criar. No final das contas, marcou duas vezes a partir de bolas aéreas batidas no 'veneno' do defensor. No primeiro tempo, falta encontrou Fidel Rocha. Na etapa complementar, escanteio parou na cabeça de Warley.

Robson vem se destacando na zaga do Água Santa (Foto: Michael Sanches/Água Santa)
Robson vem se destacando na zaga do Água Santa (Foto: Michael Sanches/Água Santa)

Zagueiro: Robson (Água Santa)
Apesar de ter ficado no empate sem gols em casa, o Água Santa conseguiu segurar o forte ataque da Portuguesa, que nas três primeiras rodadas havia marcado 12 gols. Por isso, um dos grandes destaques do Netuno foi o zagueiro Robson, que fez de tudo para não deixar a Lusa balançar as redes.

Zagueiro: Paulo Brumati (Portuguesa Santista)
O jogo entre Portuguesa Santista e Juventus foi uma verdadeira batalha. Com o gramado encharcado e muita dificuldade para fazer a bola rolar, os zagueiros tiveram de atuar com a atenção redobrada e Brumati se destacou levando a melhor tanto pelo alto quanto nas divididas contra atacantes adversários.

Lateral-esquerdo: Jean (Ponte Preta)
Era uma das principais armas da Macaca até se contundir no lance que originou o pênalti convertido por João Veras. Jean já vinha fazendo partidas regulares na Copa Paulista apesar dos tropeços do time. Bem trabalho, pode render frutos para a Ponte no futuro.

Volante: Kayo (Velo Clube)
Mesmo com um gramado pesado por conta das fortes chuvas em Rio Claro, o volante Kayo dominou o meio de campo na partida contra o Comercial, levando a melhor nas divididas e ainda distribuindo belos passes. No final do jogo, foi dele o lançamento que deixou Samuel na cara do gol. O atacante foi derrubado e o Velo venceu com gol de pênalti convertido por Lucas Duni.

Meia: Guilherme Garré (XV de Piracicaba)
O motorzinho do XV de Piracicaba. Guilherme Garré comandou as principais jogadas do Nhô Quim e ainda anotou um golaço. Um lindo gol. Ele bateu falta e acertou o ângulo. Uma pintura!

Thiaguinho é o destaque do Rio Preto na competição (Foto: Muller Merlotto Silva)
Thiaguinho é o destaque do Rio Preto na competição (Foto: Muller Merlotto Silva)
Thiaguinho é o destaque do Rio Preto na competição

Meia: Thiaguinho (Rio Preto)
O Jacaré está usando vários jogadores das categorias de base na Copa Paulista, mas o grande destaque sem dúvidas é Thiaguinho. Na última rodada, o meia de 20 anos marcou um dos gols na vitória sobre o Marília, por 2 a 1. Em quatro jogos, são três gols e duas assistências.

Meia: Caio (Guarani)
Um dos grandes destaques do Bugre na goleada sobre o Nacional foi o meia Caio, que foi o cérebro da equipe durante todo o jogo, dando dinamismo ao meio-campo. Além disso, deixou a sua marca na goleada, com um bonito gol.

Atacante: Rodriguinho (Portuguesa Santista)
Aos 37 anos, Rodriguinho ainda tem futebol para liderar a Portuguesa Santista. O experiente jogador com passagens por Fluminense e Athletico-PR marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Juventus e garantiu a classificação antecipada da Briosa para as oitavas de final.

Bruno Paulo marcou três gols na primeira vitória do Guarani (Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC)
Bruno Paulo marcou três gols na primeira vitória do Guarani (Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC)

Atacante: Bruno Paulo (Guarani)
Na goleada sobre o Nacional, por 5 a 3, o Bugre fez um primeiro tempo irretocável e marcou todos os seus gols em 32 minutos. Três deles saíram dos pés de Bruno Paulo, que foi 'O CARA' no duelo. Além dos tentos, ele infernizou a zaga adversário o tempo inteiro que estava em campo.

Técnico: Moisés Egert (XV de Piracicaba)
O XV de Piracicaba é o único com 100% de aproveitamento nas primeiras quatro rodadas da Copa Paulista. E isso fez com que garantisse a classificação antecipada para as oitavas de final. Mérito para Moisés Egert, que chegou com o Nhô Quim passando por um processo de reconstrução após não subir no Paulista A2. O trabalho vem sendo muito bem feito até aqui.