Com três zagueiros, Seleção FI da Série B tem até goleiro do Brasil

O técnico escolhido para comandar a equipe é Marcelo Chamusca, do Cuiabá

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 03 (AFI) - A 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro acabou com o Bragantino na liderança isolada, com 32 pontos, seguido por Sport, 56, Coritiba, 52, e Atlético-GO, 51. América Mineiro, 49, segue na cola.

A Seleção FI do Brasileirão vem com três zagueiros, com dois laterais que avançam bastante e uma dupla de atacante de respeito. Léo Ceará e Rodrigão foram os escolhidos para comandar o setor ofensivo da equipe.

TÉCNICO QUE VENCEU LÍDER
O técnico escolhido para comandar a seleção é Marcelo Chamusca. O treinador tem feito um bom trabalho no Cuiabá, que surpreendeu o líder Bragantino na rodada. O Dourado já não tem mais chance de ser rebaixado.
______________________________________________________________________________________________________

SELEÇÃO FI DA 32.ª RODADA:

Ivan;
Luis Ricardo, Rodolfo, Bruno Aguiar, Alisson e Thiago Carleto;

Thiaguinho, Toty e Ari;

Diego Cardoso e Léo Ceará.

Técnico: Marcelo Chamusca

______________________________________________________________________________________________________

BRIGA PELA ARTILHARIA ESQUENTOU. VEJA AQUI!

Confira a seleção FI da 32ª rodada da Série B:

Ivan é o grande destaque da Ponte Preta
Ivan é o grande destaque da Ponte Preta

Goleiro: Ivan (Ponte Preta)

Ivan está no alvo de Tite para a seleção brasileira e não é à toa. O goleiro vem fazendo grandes jogos com a camisa da Ponte Preta. Neste sábado, brilhou no empate sem gols diante do América Mineiro. Ele fez importantes defesas, principalmente no primeiro tempo, e ainda pegou um pênalti, cobrado por Felipe Azevedo.

Lateral-direito: Luís Ricardo (Figueirense)

Mostrou muita disposição e correu o jogo inteiro, mostrando o quanto os jogadores estão comprometidos em evitar o rebaixamento do Figueirense, mesmo depois de muitas dificuldades sofridas na temporada. Foi dele um dos gols no empate por 2 a 2 com o Vitória, em pleno Barradão.

Zagueiro: Rodolfo (Paraná)

O defensor foi essencial na vitória tricolor. Afinal, os paranistas apostaram na bola área e chegaram ao único da partida justamente em cruzamento que o 'xerifão' apareceu bem para concluir. Além disso, como o Londrina apostou nos contra-ataques, teve que estar muito atento para fazer desarmes e parar as jogadas adversárias.

Bruno Aguiar deixou o seu contra Vila Nova
Bruno Aguiar deixou o seu contra Vila Nova

Zagueiro: Bruno Aguiar (Brasil-RS)

O experiente jogador foi protagonista da vitória xavante sobre o Vila Nova, em pleno Serra Dourada. Os donos da casa pressionaram demais, especialmente no começo do primeiro e do segundo tempo, mas pararam na boa marcação adversária, liderada por Bruno Aguiar. Ele ainda apareceu para acertar linda finalização de falta e concluir o placar em 2 a 0.

Zagueiro: Alisson (Operário)

Tudo bem que Alisson contou com a colaboração do goleiro adversário, mas foi dele o gol de empate no final do jogo contra o Atlético-GO. Além disso, ele mostrou segurança na defesa e se destacou como um dos líderes do Operário dentro de campo.

Lateral-esquerdo: Thiago Carleto (Vitória)

Como o rubro-negro não tem muitos recursos técnicos, restou apelar para a bola parada, quase sempre com Carleto, que cansou de cruzar a bola na área para os companheiros. O lateral ainda fez uma partida de muita entrega e converteu o pênalti que garantiu o empate por 2 a 2 com o Figueirense.

Volante: Thiaguinho (Oeste)

Correu por dois, batalhou, fez gol, mas não conseguiu evitar o empate por 3 a 3 entre Oeste e CRB. O jogador é um dos pilares do Rubrão e tem sido constantemente elogiado pelo técnico Renan Freitas. É hoje o carregado de pianos.

Toty jogou muito contra o líder
Toty jogou muito contra o líder

Meia: Toty (Cuiabá)

Lateral-direito de origem, Toty jogou mais avançado diante do líder Bragantino, como já fez em outros clubes de sua carreira, como Brasil de Pelotas e Salgueiro.

À vontade na posição, foi fundamental na excelente vitória por 2 a 0, sendo o autor do primeiro gol, que deu mais tranquilidade para o time, que chegou a quatro jogos sem perder.

Meia: Ari (Brasil-RS)

Mesmo estando na zona de rebaixamento, não é fácil enfrentar o Vila Nova em Goiânia. Ari foi peça chave para que o Brasil conseguisse mais três pontos. Além de ser efetivo na marcação, demonstrou boa movimentação e realizou passes precisos. Em jogo equilibrado, o primeiro gol saiu só aos 35 minutos do segundo tempo e foi do próprio Ari.

Atacante: Diego Cardoso (Guarani)

Foi o herói improvável da vitória do Guarani. O atacante voltou a campo depois de mais de 90 dias e saiu como o herói ao marcar o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Sport aos 49 minutos do segundo tempo - o tento quebrou jejum de mais de cinco meses sem marcar. Será importante nos jogos finais da Série B.

Léo Ceará vem sendo o cara do CRB
Léo Ceará vem sendo o cara do CRB

Atacante: Léo Ceará (CRB)

Faro de goleador entrou em ação no empate por 3 a 3 com o Oeste na última rodada. Ele fez dois gols no final da partida, um aos 39 e outro aos 44. O time alagoano ainda sonha com o acesso e espera contar com os gols de Léo Ceará para buscar o objetivo.

Técnico: Marcelo Chamusca (Cuiabá)

Montou um esquema que anulou o líder Bragantino. O Cuiabá venceu por 2 a 0 e carimbou permanência na Série B para 2020. O time do Mato Grosso não deu menor chance para o rival na rodada. Chamusca acabou fazendo mudanças importantes na equipe, que ainda sonha com algo a mais no torneio.