Armada no 3-4-3, Seleção FI da Série B aposta na experiência

A décima rodada do campeonato foi recheada de empates e com apenas quatro vencedores

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 21 (AFI) - A décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B foi marcada pelo equilíbrio, tanto que, dos dez jogos, apenas quatro times conquistaram os três pontos. A briga por uma vaga no G4 está pegando foco. A diferença do líder Bragantino para o oitavo colocado Sport é de apenas três pontos. Na zona de rebaixamento, América-MG e Guarani continuam em situação bastante delicada.

O treinador da rodada é Gerson Gusmão, que fez o Operário emplacar a segunda vitória e deixar a zona de rebaixamento. Ele armou a Seleção Futebol Interior no 3-4-3 e apostou na experiência de jogadores como os zagueiros Renan Fonseca e Gilvan, o volante Juninho, o meia Rafinha e o atacante Anselmo Ramon.

Em confronto direto pelo G4, Figueirense e Londrina ficaram no empate em Florianópolis (Foto: Matheus Dias/FFC)
Em confronto direto pelo G4, Figueirense e Londrina ficaram no empate em Florianópolis (Foto: Matheus Dias/FFC)

CONFIRA ABAIXO A SELEÇÃO FI

Goleiro: Glauco (Oeste)
Se o Oeste conseguiu segurar a pressão do Bragantino e empatar por 0 a 0, muito se deve à atuação segura do goleiro Glauco. Ele fez belas defesas ao longo de toda a partida e ainda contou com a sorte nos acréscimos, em chute que explodiu na trave.

Zagueiro: Renan Fonseca (Ponte Preta)
Apesar de ser questionado por alguns torcedores, Renan Fonseca vem sendo um dos jogadores mais regulares do elenco e contra o Atlético-GO foi muito importante ao impedir que a bola chegasse limpa até Pedro Raul com um carrinho preciso. O zagueiro também contribui muito com sua experiência e liderança.

O zagueiro Renan Fonseca fez uma das suas melhores partidas pela Ponte Preta
O zagueiro Renan Fonseca fez uma das suas melhores partidas pela Ponte Preta

Zagueiro: Anderson Conceição (Cuiabá)
Anderson Conceição estreou com o pé direito no Cuiabá. O jogador foi bem no setor defensivo e ainda contribuiu muito no ataque. Foi dele o gol de empate, aos 50 minutos da etapa final. Em belo arremate de cabeça, tirou um ponto importante do duelo diante do Sport, um dos favoritos ao acesso.

Zagueiro: Gilvan (Atlético-GO)
Não é todo mundo que consegue segurar o melhor ataque da Série B e a defesa atleticana conseguiu na última terça-feira ao não sofrer nenhum gol da Ponte Preta. Lucas Rocha também foi muito bem, mas Gilvan teve uma grande participação ao travar chute de Roger ainda no primeiro tempo. Isso porque ele era dúvida para o jogo.

Volante: Juninho (América-MG)
Nem parece que tem 31 anos, tamanha a sua entrega e vigor físico. A sua obrigação é marcar, mas constantemente aparece no ataque. E contra o Vila Nova não foi diferente. Mostrando oportunismo, Juninho aproveitou rebote do goleiro Rafael Santos e colocou o Coelho na frente.

Volante: Yago (Sport)
Yago foi um dos destaques positivos do empate do Sport por 1 a 1 contra o Cuiabá. O jogador correu por dois, lutou e ainda apareceu como elemento surpresa no ataque para abrir o placar na Arena Pantanal. O jogador mostrou que pode ser peça importante no esquema do técnico Guto Ferreira.

A dupla Rafinha e Rodrigão vem fazendo a diferença a favor do Coritiba
A dupla Rafinha e Rodrigão vem fazendo a diferença a favor do Coritiba

Meia: Fernando Neto (Paraná)
Foi uma das novidades do técnico Matheus Costa no jogo contra o Brasil de Pelotas e deu conta do recado. O meia, inclusive, marcou o gol que deu a vitória ao Tricolor mostrando oportunismo ao aparecer na segunda trave após escanteio cobrado. A bola tinha que passar pelos seus pés.

Meia: Rafinha (Coritiba)
O meia segue mostrando que está acima da média na Série B. Ele vem se destacando em todas as partidas do Coritiba e nessa rodada não foi diferente. Além disso, marcou o golaço da vitória de virada sobre o São Bento nos minutos finais, quando já estava machucado e jogando no sacrifício.

Atacante: Felipe Augusto (Operário)
O tempo todo foi uma sarna para a defesa do CRB. Nunca desistiu das jogadas e acabou tendo participação direta na vitória sobre o time alagoano, por 2 a 1. Marcou um gol e participou do segundo, quando chutou forte, o goleiro tocou, a bola explodiu na trave e sobrou para Lucas Batatinha. Esta foi a segunda vitória seguida do novato da Série B, que promete dar muito trabalho aos rivais, principalmente quando jogar em casa e com o apoio de sua torcida.

Atacante: Rodrigão (Coritiba)
O centroavante foi muito importante para o Coritiba mais uma vez. Apesar de não ter feito gol, ele foi um dos jogadores mais perigoso do Coxa ao longo de toda a partida e participou dos dois gols. No primeiro, ele iria empurrar a bola para dentro, mas foi antecipado por Zé Roberto, que marcou contra. No segundo, fez belo trabalho de pivô para Rafinha marcar.

Gerson Gusmão foi eleito o treinador da décima rodada da Série B
Gerson Gusmão foi eleito o treinador da décima rodada da Série B

Atacante: Anselmo Ramon (Vitória)
O Vitória finalmente voltou a vencer na Série B e o nome do jogo foi o experiente Anselmo Ramon. Ele foi o autor dos dois gols da partida e chamou a responsabilidade junto aos seus companheiros nesse momento difícil pelo qual passa o clube baiano.

Técnico: Gerson Gusmão (Operário)
Se antes estava balançando no cargo, Gerson Gusmão respirou após duas vitórias seguidas, sobre Londrina e CRB. Diante do time alagoano, o Operário saiu atrás, mas as substituições feitas pelo treinador surtiram efeito e o time conseguiu a virada. A sequência positiva afastou o Fantasma da zona de rebaixamento.