Liderada por artilheiros experientes, Seleção FI da Série B tem estreantes

Rodrigão e Hernane Brocador dividem a artilharia do campeonato com cinco gols cada um

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 27 (AFI) - O Campeonato Brasileiro da Série B ganhou um novo líder após a quinta rodada. Na verdade, nem tão novo assim. O Botafogo retomou a ponta com vitória do Operário e tropeço do Londrina. O Sport aparece como único invicto, enquanto Coritiba e Ponte Preta colaram no G4.

A parte debaixo da tabela também houve mudanças. O América-MG caiu para a lanterna ao ser derrotado pelo Brasil de Pelotas em confronto direto e é o único que ainda não venceu. Após derrota para o Criciúma, o Guarani caiu posições e está na beira da zona de rebaixamento.

As alterações de Jorginho garantiram a vitória da Ponte Preta sobre o Paraná
As alterações de Jorginho garantiram a vitória da Ponte Preta sobre o Paraná
Ofensiva, a Seleção do Portal Futebol Interior da quinta rodada aposta em dois artilheiros experientes - Hernane Brocador e Rodrigão - e também em jogadores que estrearam com o pé direito, como o meia Fabrício Oya e o atacante Júlio César.

Em frente ao banco de reservas está Jorginho, que fez a Ponte Preta emplacar a segunda vitória seguida.

CONFIRA A SELEÇÃO FI

Goleiro: Edson Mardden (CRB)

A partida no Rei Pelé foi bastante equilibrado com os dois times criando oportunidades. Se a falta de pontaria atrapalhou o CRB, o Vila Nova encontrou pela frente um Edson Mardden inspirado. Foram pelo menos três boas defesas. No gol marcado por Diego Jussani, o goleiro nada pôde fazer.

Lateral-direito: Ednei (Brasil de Pelotas)
O Brasil de Pelotas entrou em campo pressionado, mas conquistou a primeira vitória na Série B ao virar sobre o América-MG, por 2 a 1. Tudo bem que Murilo Rangel se destacou com um gol e uma assistência, mas o meio-campo da Seleção FI já estava lotado. Por isso, o representante xavante será Ednei, que fez uma partida segura na defesa e ainda arriscou algumas subidas ao ataque.

Zagueiro: Diego Jussani (Vila Nova)
A "Lei do Ex" é mesmo implacável. Depois de levar perigo no primeiro tempo em uma cobrança de falta por cima do travessão, Diego Jussani garantiu o empate ao Vila Nova com um gol de falta no início da etapa final. Lá atrás, fez a sua parte ao lado do também experiente Wesley Matos.

Zagueiro: Everton Sena (Vitória)
Dentro do novo espírito ofensivo instaurado pelo técnico estreante, Osmar Loss, no comando do rubro-negro baiano, o destaque ficou para o zagueiro Everton Sena. Não apenas porque ele marcou o primeiro gol, bem como também foi importante na marcação e no sistema defensivo. Ah, e o Vitória? Vai ter que melhorar muito ainda para sair da zona de rebaixamento.

O lateral-esquerdo Abner marcou um golaço e se firmou ainda mais como titular da Ponte Preta
O lateral-esquerdo Abner marcou um golaço e se firmou ainda mais como titular da Ponte Preta
Lateral-esquerdo: Abner (Ponte Preta)
Tudo bem que ainda precisa ser lapidada, mas a Macaca tem uma joia em suas mãos. O lateral de apenas 19 anos - completados nesta segunda-feira - se firma cada vez mais como titular e vem mostrando que não é a toa que clubes europeus monitoram sua situação. Contra o Paraná, fez o seu primeiro gol como profissional. E não foi apenas um gol: foi um G-O-L-A-Ç-O.

Volante: Wesley (Criciúma)
Contratado sob certa desconfiança, o experiente Wesley vem sendo um dos líderes do Criciúma em campo. Na vitória sobre o Guarani, por 1 a 0, na última terça-feira, foi essencial para a conquista do resultado positivo. Principalmente depois da expulsão Derlan no início do segundo tempo. O volante cadenciou quando precisava e contribuiu muito na marcação ao longo dos 90 minutos.

Meia: Fabrício Oya (São Bento)
Mostrou que tem estrela já na sua estreia com a camisa do São Bento. Em um jogo amarrado e com poucas oportunidades de gol, o meia saiu do banco de reservas e marcou o gol da vitória praticamente no seu primeiro lance com a bola. Aproveitou um cochilo da marcação e mandou um chute certeiro no canto, dando a vitória por 1 a 0 contra o Oeste em Sorocaba.

Meia: João Pedro (Paraná)

Foi a novidade de Matheus Costa no time titular do Paraná e mostrou o porque mereceu a vaga. Apesar da derrota para a Ponte Preta, por 4 a 2, João Pedro merece presença na Seleção FI da rodada pelos dois gols marcados. O segundo, inclusive, foi um golaço ao bater de primeira por cobertura de Ivan. Infelizmente, o time não ajudou!

Autor dos cinco gols do Coritiba na Série B, Rodrigão é um dos artilheiros do campeonato
Autor dos cinco gols do Coritiba na Série B, Rodrigão é um dos artilheiros do campeonato
Atacante: Rodrigão (Coritiba)

Ofuscou a estreia de Rafinha - boa estreia, por sinal - com dois gols marcados na vitória sofrida sobre o Cuiabá, por 2 a 1, no Couto Pereira. Mais uma vez ficou comprovado que o Coritiba depende do seu camisa 9, autor dos cinco gols marcados pelo time na Série B do Brasileiro até aqui.

Atacante: Hernane Brocador (Sport)
A invencibilidade rubronegra só foi mantida porque brilhou a estrela de Hernane Brocador, que marcou os três gols na vitória sobre o Londrina, por 3 a 2. Com eles, o experiente atacante chegou aos cinco e divide a artilharia da Série B com Rodrigão, que também está na Seleção FI.

Atacante: Júlio César (Botafogo)
Não poderia ter tido estreia melhor. Como vinha atuando pela Ponte Preta, não sentiu o ritmo de jogo e deu uma nova cara para o ataque tricolor. Mostrou oportunismo ao aproveitar falha da defesa adversária para abrir o placar e ainda poderia ter feito o segundo se a bola não acertasse o travessão em finalização de dentro da área.

Técnico: Jorginho (Ponte Preta)
Criticado por parte dos torcedores, Jorginho parece aos poucos estar encontrando a melhor formação da Ponte Preta. Apesar de ter levado alguns sustos, principalmente quando o Paraná fez dois gols em três minutos, a Macaca voltou melhor do intervalo e as alterações feitas pelo treinador surtiram efeito. No final, o time virou para 4 a 2 e garantiu a segunda vitória seguida na Série B.