Seleção FI do Paulistão tem 'Mister Clássico' e 'Harry Pottker' no ataque

Em meio ao combinado de Corinthians e Ponte Preta, a única exceção é o volante Jucilei, do São Paulo

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 07 (AFI) - O Corinthians é o grande campeão do Campeonato Paulista deste ano e, consequentemente, puxa a lista de convocados para a Seleção do Futebol Interior. São cinco jogadores do Timão, além do técnico Fábio Carille, que conseguiu levar o grupo de “quarta força” para o topo de prateleira no estado de São Paulo. Correndo por fora, como não poderia ser diferente, a vice-campeã Ponte Preta tem três jogadores e meio na lista.

O meio é porque Xuxa, principal destaque do Mirassol na campanha da primeira fase e que mais uma vez destruiu em campo, já está certo com a Ponte Preta para o Campeonato Brasileiro. Ele não defendeu a Macaca no estadual, mas se mantiver as boas atuações, com certeza trará outras alegrias para o torcidor de Campinas. Em meio ao combinado de Corinthians e Ponte Preta, a única exceção é o volante Jucilei, do São Paulo.

Os grandes destaques estão no ataque. Jô ficou conhecido como 'Mister Clássico' após cinco gols em jogos com os rivais e é o grande nome da Seleção ao lado do seu companheiro Rodriguinho. Do outro lado, a Ponte Preta conseguiu emplacar o bruxo 'Harry Pottker' entre os convocados.

CONFIRA A SELEÇÃO DO PAULISTÃO DO FUTEBOL INTERIOR:

Aranha (Ponte Preta);

Fagner (Corinthians), Pablo (Corinthians), Marllon (Ponte Preta) e Guilherme Arana (Corinthians);

Fernando Bob (Ponte Preta), Jucilei (São Paulo), Xuxa (Mirassol) e Rodriguinho (Corinthians);

Jô (Corinthians) e William Pottker (Ponte Preta).

Técnico: Fábio Carille (Corinthians)

_______________________________________________________________________________________

Goleiro: Aranha (Ponte Preta)

Foi fundamental para a campanha de destaque da Macaca. Ele chegou num momento que o clube vivia muita desconfiança com seus goleiros e rapidamente assumiu a titularidade, como não poderia ser diferente. Aranha pode ter passado despercebido por muitos, mas não pelo Futebol Interior. Foi fundamental para assegurar vitórias da Ponte em jogos complicados e não teve culpa nas derrotas. Fechou o gol e merece estar na Seleção do Campeonato.

_______________________________________________________________________________________

Lateral direito: Fagner (Corinthians)

Não poderia ser diferente. Fagner é jogador de Seleção Brasileira, não poderia ficar de fora desta lista dos melhores da competição. É muito seguro na defesa, não decepciona a zaga e ainda é fundamental para começar as jogadas pela direita. Tem uma presença importante no ataque, sempre trabalhando em velocidade.

_______________________________________________________________________________________

Zagueiro: Pablo (Corinthians)

Outro jogador que foi um dos maiores destaques não só do Corinthians, mas da competição. Chegou no início da temporada sem muitas informações, mas em campo mostrou o porque é uma das melhores contratações do Timão na temporada. Passa confiança, é seguro na marcação e raramente falha. A consistência defensiva que Fábio Carille tanto passa começa com o zagueiro.

_______________________________________________________________________________________

Zagueiro: Marllon (Ponte Preta)

Promete ser um dos jogadores com o futuro mais promissor na Ponte Preta. Chegou após o título da Série B com o Atlético-GO e nos primeiros treinos já mostrou que era diferenciado. Com a chegada do técnico Gilson Kleina ganhou a titularidade mais do que merecida e foi a força defensiva da Macaca. Assim como o seu companheiro da Seleção, é muito seguro e inteligente.

_______________________________________________________________________________________

Lateral esquerdo: Guilherme Arana (Corinthians)

Foi dos pés dele que o Corinthians conseguiu vencer a maioria dos clássicos esse ano. É um lateral muito rápido e versátil. Sabe jogar em velocidade e aproveitar os espaços que o adversário cede conforme o cansaço vai batendo. Foi fundamental para iniciar os contra-ataques, já que o Timão costuma abdicar da posse de bola, com a essência mais defensiva. Foi a válvula de escape de Fábio Carille.

_______________________________________________________________________________________

Volante: Fernando Bob (Ponte Preta)

Falhou muito nos dois jogos da final, mas isso não apaga as partidas memoráveis que fez no restante do campeonato. Verdade que ele chegou no decorrer da competição, mas assumiu a titularidade rapidamente e já contava com a idolatria do torcedor para desempenhar um bom futebol.

_______________________________________________________________________________________

Volante: Jucilei (São Paulo)

Assim como o companheiro, 'JuciRei' é outro jogador que chegou no decorrer da temporada e ganhou a confiança da comissão técnica de Rogério Ceni e da torcida do São Paulo. 'Jucilenda' passa muita confiança e sempre chega firme nas divididas, mesmo que ainda peque na forma física e não consiga abusar da velocidade.

_______________________________________________________________________________________

Meia: Rodriguinho (Corinthians)

Indiscutivelmente o craque desta seleção e maior destaque do Campeonato Paulista. Carregou o Corinthians nos momentos mais complicados da competição e foi a estrela da final. E só precisou de 90 minutos. Isso porque só faltou fazer chover no jogo em Campinas, quando marcou dois gols e deu uma assistência na goleada por 3 a 0 em cima da Ponte.

_______________________________________________________________________________________

Meia: Xuxa (Mirassol)

Fez mais um começo de campeonato impecável com o Mirassol, que lhe rendeu um contrato com a Ponte Preta para o Campeonato Brasileiro, onde está atualmente. Carregou o time até a liderança do Grupo D, mas aos poucos foi perdendo força para manter. Ainda assim, para um jogador de 35 anos, jogou como um garoto e fez a diferença.

_______________________________________________________________________________________

Atacante: Jô (Corinthians)

É o "Mister Clássico". Jogador mais decisivo do Campeonato Paulista. É verdade que ele só tem seis gols, mas foram as seis bolas na rede mais importantes. João Alves de Assis Silva marcou em todos os clássicos da temporada - Palmeiras, Santos e três vezes contra o São Paulo -, além do primeiro gol da temporada em jogos oficiais, na vitória por 1 a 0 contra o São Bento. Ele ainda foi fundamental na final, decisivo até mesmo sem a bola.

_______________________________________________________________________________________

Atacante: William Pottker (Ponte Preta)

Já terminou a última temporada como artilheiro do Campeonato Brasileiro e agora viaja para Porto Alegre para se apresentar no Internacional, com quem tem já tem pré-contrato, com a artilharia do Campeonato Paulista na mala. Balançou a rede em nove oportunidades e terminou igualado com Gilberto. Promete agora ser o destaque da Série B.

_______________________________________________________________________________________

Técnico: Fábio Carille (Corinthians)

Se o Corinthians começou 2017 com um título, o maior mérito de todos é do técnico Fábio Carille. Ele assumiu a bronca após a saída de Tite e, mesmo debaixo de muita desconfiança, conseguiu unir o grupo atrás do mantra "quarta força" e aplicou um futebol muito pragmático. O sistema defensivo foi o grande destaque, com uma forma de jogo definida e muito concisa. Deve trazer outras alegrias ao torcedor alvinegro em breve.