São Paulo encerra boatos e confirma permanência de técnico em 2020

A classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores pesou na decisão da diretoria

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 05 (AFI) - A classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores graças a vitória sobre o Internacional, por 2 a 1, na última quarta-feira, deixou o clima no São Paulo um pouco mais leve.

Não é a toa que Fernando Diniz, que vinha tendo seu trabalho questionado por conta dos últimos resultados, foi bancado pela diretoria na próxima temporada. Até aqui, o treinador tem sete vitórias, quatro empates e cinco derrotas.

Fernando Diniz segue no São Paulo para 2020 (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)
Fernando Diniz segue no São Paulo para 2020 (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)
Além da classificação para a fase de grupos da Libertadores ser alcançada, o que pesou a favor de Fernando Diniz foram os elogios feitos pelos jogadores. O goleiro Tiago Volpi, por exemplo, disse que é o melhor treinador com quem trabalhou na carreira.

Anunciado no final de setembro depois de Cuca entregar o cargo, Fernando Diniz acertou um contrato com bases na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), sem um prazo de validade e sem multa rescisória.

Na sexta colocação do Brasileirão, com 60 pontos, o São Paulo não pode mais ser alcançado pelo rival Corinthians, que tem 56. Falta apenas uma rodada para o fim do campeonato.

A despedida do Tricolor na temporada será no domingo, contra o CSA, às 16 horas, no Rei Pelé, em Maceió.

Mercado da Bola
São Paulo-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Thiago Volp, Júnior e Lucas Perri

  • Laterais

    Igor Vinicius, Juanfran, Daniel Alves, Reinaldo e Léo

  • Zagueiros

    Anderson Martins, Arboleda, Bruno Alves e Walce

  • Volantes

    Jucilei, Tchê Tchê e Luan

  • Meias

    Liziero, João Rojas, Vitor Bueno, Hernanes, Everton, Igor Gomes e Marquinhos Calazans

  • Atacantes

    Toró, Pablo, Alexandre Pato, Antony e Helinho

  • Técnico

    Fernando Diniz