Santos pega o Fortaleza em casa para ampliar sequência positiva no Brasileirão

"Nosso coletivo é muito forte. Essa união do grupo é fundamental para o nosso entrosamento dentro de campo"

por Agência Estado

Santos, SP, 27 - Confiante após derrotar o Delfín, no Equador, e ficar muito perto de se classificar ao mata-mata da Copa Libertadores antecipadamente, o Santos muda suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 20h30, o time alvinegro recebe o Fortaleza na Vila Belmiro, em duelo válido pela 12ª rodada.

A fase é boa. Além de estar bem na Libertadores, no Brasileirão, o Santos não perde há cinco jogos e quer ampliar essa sequência positiva. Mesmo assim, pode melhorar, visto que está fora do grupo dos quatro melhores na tabela de classificação.

O grande destaque da equipe na temporada é Marinho. Ele marcou o primeiro gol em sua carreira na Libertadores, se tornou um líder dentro do elenco e vem amadurecendo a cada partida. Os jovens também têm dado conta do recado. Um deles é o atacante Kaio Jorge, muito elogiado pelo técnico Cuca.

FORÇA DO COLETIVO

"Nosso coletivo é muito forte. Essa união do grupo é fundamental para o nosso entrosamento dentro de campo. Estamos assimilando bem as ideias do professor Cuca e agora é trabalhar com os pés no chão para seguirmos no caminho certo", disse Kaio Jorge.

Com a dura sequência de jogos fora de casa pela frente - depois do Fortaleza vêm Olimpia, no Paraguai, Goiás e Corinthians - a tendência é de que Cuca deixe alguns jogadores de fora neste domingo para evitar o desgaste físico e até pensando em reduzir o risco de lesões. O cansaço da longa viagem de ida e volta de Manta, no Equador, é outro agravante.

ESCALAÇÃO

Lucas Veríssimo, substituído no primeiro tempo da partida no Equador por problemas físicos, é dúvida. É mais provável que fique de fora. Contra o Olímpia o zagueiro certamente será desfalque, já que está suspenso. A opção mais provável é a entrada do jovem Alex. Cuca pode também improvisar Jobson na zaga, como já fez outras vezes.