Presidente do Santa Cruz 'corneta' ajuda da FPF-PE: 'Poderia ter sido maior'

"Tem mais de 200 colaboradores e um estádio para mais de 60 mil pessoas. É um custo muito alto", disse Constantino Júnior

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 01 (AFI) - A Federação Pernambucana de Futebol (FPF-PE) ofereceu R$ 10 mil aos clubes que disputam o Campeonato Pernambucano para ajudá-los em meio à paralisação do mundo da bola por conta da pandemia de Covid-19, o novo coronavírus. O presidente do Santa Cruz, Constantino Júnior, porém, 'cornetou' o valor.

“O Santa Cruz tem mais de 200 colaboradores e um estádio para mais de 60 mil pessoas. É um custo muito alto. Para equipes do interior a gente sabe que isso ajuda, porque eles estão em situação calamitosa, com muita dificuldade. Claro que esse valor é uma boa ajuda, de bom grado”, afirmou em entrevista à Rádio Jornal.

Evandro Carvalho, presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF-PE)
Evandro Carvalho, presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF-PE)

“Não sei da condição financeira da Federação, mas, pelo que o presidente (Evandro Carvalho) fala, poderia sair alguma coisa a mais.

Mas ele está se esforçando, está buscando da melhor forma agradar as equipes. Então, acho que o que puder ser feito ele vai fazer em prol de fortalecer o futebol”, encerrou o dirigente tricolor.

O Estadual de Pernambuco foi interrompido após oito rodadas da primeira fase. O Santa Cruz aparecia na liderança, com 22 pontos, seis à frente do Salgueiro.

A dupla, portanto, avançaria diretamente às semifinais. Retrô, Náutico, Sport e Afogados iriam para a segunda fase. Central, Petrolina, Decisão e Vitórias das Tabocas, por outro lado, disputariam o quadrangular contra o rebaixamento.