Time que contratou goleiro Bruno desiste de ex-Botafogo: 'Repercussão negativa'

Apesar de estar enfrentando até perda de patrocínio por Bruno, Rio Branco-AC não quer mais atacante polêmico

por Agência Futebol Interior

Rio Branco, AC, 04 (AFI) - No mínimo contraditória a postura do Rio Branco em relação a contratações. Depois de acertar com o goleiro Bruno, o que ainda está gerando muitas polêmicas e até perda de patrocínio, o presidente do clube, Valdemar Neto, descartou Jobson por conta da má repercussão.

"Nós desistimos da contratação. Está tendo muita repercussão negativa, aí nós evitamos. É um grande jogador, muito bom jogador, sem dúvidas, só que o pessoal não está dizendo que a gente está contratando o Jobson. Está contratando um cara que foi acusado de estupro, como saiu em jornal e nos blogs da vida. Antes de vir já está dando essa repercussão toda, então não vou trazê-lo", disse em entrevista ao globoesporte.com

MAIS DE JOBSON!

Jobson tem 31 anos e assinou recentemente um contrato com o União Cacoalense até 2021.

O atleta tem passagens por Bahia, Atlético Mineiro e Emirados Árabes, mas se consagrou no Botafogo.

No entanto, os problemas extracampo fizeram com que não estourasse. Cotado na seleção e em outros grandes times do Brasil, Jobson viu sua carreira ir para o buraco.

O atacante foi preso em 2016, suspeito de estuprar uma adolescente. Durante as investigações, chegou a ser liberado para cumprir prisão domiciliar, mas descumpriu o limite da tornozeleira eletrônica e voltou para prisão. Foi liberado, na sequência, após pagar fiança.