Paulista A2: Técnico da Portuguesa detona árbitro após derrota: 'Centro das atenções'

Para Moacir Júnior, profissional não é condizente com nível da Série A2

por NETLUSA

São Paulo, SP, 31 (AFI) - Com alguns lances polêmicos, a Portuguesa perdeu por 1 a 0 para o Taubaté na última quarta-feira (29), no Canindé. Após a partida, válida pela terceira rodada do Campeonato Paulista da Série A2, o técnico Moacir Junior não poupou nas críticas ao árbitro Flávio Roberto.

O comandante contou que antes do jogo ligou para o técnico Gilson Kleina, da Ponte Preta, que o alertou sobre o juiz, já que ele havia apitado o duelo entre Ponte e Santo André na A1.

“Vou deixar essa questão para a diretoria trabalhar. Temos um presidente, um corpo jurídico com condições de analisar. O Gilson Kleina me avisou que esse árbitro é totalmente despreparado, que quer chamar para ele as atenções. Ele não pode ser o centro das atenções, ele é um componente do jogo. Os artistas são os jogadores. O que ele fez aqui não foi justo e não foi condizente com o preparo que um árbitro deve ter para um jogo desses. Enquanto estiver na Portuguesa, desejo não encontrar mais com ele”, contou.

Técnico da Portuguesa detona árbitro após derrota: 'Centro das atenções' (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)
Técnico da Portuguesa detona árbitro após derrota: 'Centro das atenções' (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)
Segundo o treinador, as adversidades não podem gerar desânimo no time. “O árbitro reverteu muitas faltas. Tenho dúvidas que uma bola entrou, nosso gol não estava impedido… Mas também tem o fato de que não podemos cruzar 35 vezes e nenhuma delas resultar em gol. Vai dar certo. É um percalço. Quando a dificuldade é grande, a oportunidade é imensa. Não vamos desanimar” destacou.

COM CALMA
Após as duas derrotas seguidas, o comandante pregou a calma. “Viemos aqui para fazer um trabalho. Em uma semana, os resultados deram uma distorcida. Tivemos uma performance melhor do que em Sorocaba (na derrota para o São Bento), mas a bola insistiu em não entrar. Precisamos dar sequência no trabalho. Agora a vitória virou obrigação para voltarmos ao G-8”, emendou.

Moacir Junior já começou a olhar para o jogo fora de casa da quarta rodada. ‘A Portuguesa tem um bom time e mostrou isso. Precisamos, urgentemente, nos encontrar com o desempenho e a vitória. Esperamos começar já domingo, em Votuporanga. Vamos vencer os jogos e dar aquilo que o torcedor merece. Estou esperançoso que tudo vai começar a correr bem. Precisamos da fé e da confiança de todos para resgatar o que foi feito na pré-temporada e na estreia”, finalizou.