Manutenção do time titular e sem saídas importantes: como a Ponte volta para Série B

Técnico Jorginho segue contando com Ivan e Abner e deve mandar a campo contra o Oeste, mesmos titulares de linha do último jogo

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) - Às vésperas de voltar a campo pela Série B do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta tem ao menos um motivo para comemorar: ter mantido o mesmo time titular de antes da pausa para a Copa América.

A seguir, o Futebol Interior enumera o que mudou, ou não, na Macaca, desde o último jogo oficial.

Ivan fica na Macaca. (Foto Álvaro Junior/PontePress)
Ivan fica na Macaca. (Foto Álvaro Junior/PontePress)

PROMESSAS

Se antes a preocupação era em perder as jovens revelações Ivan e Abner para rivais nacionais ou do exterior, um mês após o último jogo contra o Londrina (vitória por 3 a 1, fora de casa), o técnico Londrina promete colocar em campo o mesmo time - na linha.

A única alteração será a entrada de Ivan no gol, já que o atleta estava no Torneio de Toulon com a seleção brasileira sub-23 e perdeu as últimas partidas da Macaca na Série B.

Destaque do time campeão, pegando até pênalti na decisão contra o Japão, Ivan despertou a atenção de clubes da Europa, mas, ao menos até agora, nenhuma proposta chegou.

No caso de Abner, o lateral-esquerdo recebeu oferta oficial do Athletico-PR, mas a Ponte ainda não aceitou. O clube quer ficar com o jogador pelo menos até o final do ano por entender que ele é peça fundamental no objetivo do acesso a Série A.

Por outro lado, o Furacão deseja um substituto para Renan Lodi, vendido ao Atlético de Madrid.

SAÍDAS

As perdas que sofreu no elenco, no entanto, eram de jogadores fora dos planos do técnico Jorginho. Deixaram o clube os laterais Luis Ricardo e Giovanni, os volantes Nathan e Igor Henrique, o meia-atacante Matheus Oliveira e os atacantes Dudu, Júlio César, Marlyson e Renato Kayser.

REFORÇOS

Por outro lado, a única contratação foi o atacante João Carlos, ainda não regularizado na CBF. Para virar opção para esta sexta-feira, às 21h30, contra o Oeste, no Moisés Lucarelli, o jogador precisa aparecer no Boletim Informativo Diário (BID) até essa quinta.

Jorginho comanda a Ponte. (Foto: Pedro Orioli/PontePress)
Jorginho comanda a Ponte. (Foto: Pedro Orioli/PontePress)
Outra novidade, mas que na verdade já estava no elenco e só não era utilizado, é o meia Tiago Real. Com alto salário, o jogador estava fora dos planos, justamente para aliviar a folha salarial. No entanto, o atleta conversou com a diretoria e aceitou uma redução para poder seguir na Macaca. Agora, ele fica à disposição de Jorginho para a sequência do torneio.

CLASSIFICAÇÃO

Quando foi para o período sem jogos, a Macaca estava em quarto lugar, com 15 pontos. Agora, só não entrará em campo na sexta com o time no G-4, porque o Sport empatou nesta rodada 9 e chegou aos 16, jogando a Alvinegra para a sexta posição.

Mais importante do que o posicionamento, era o desempenho do time. A equipe vinha com boas atuações e sete jogos invicto com quatro vitória e três empates.

A esperança é que a quebra da sequência não prejudique, uma vez que o embalo foi quebrado. Como pontos positivos observa-se o descanso que os atletas tiveram e o tempo que o treinador teve para observar melhor o elenco e colocar novos conceitos.

TIME TITULAR

A provável escalação, que será confirmada no treino desta tarde, deve ter: Ivan, Arnaldo, Renan Fonseca, Aírton e Abner; Edson, Camilo, Gerson Magrão e Matheus Vargas; Marquinhos e Roger.