Fellipe Cardoso chega marcando gols e quer se destacar na Ponte Preta

No último amistoso, foi dele o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Red Bull

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 13 (AFI) - Ele tem apenas 19 anos, mas marca gols como gente grande. Na quarta divisão, atuando pelo Osvaldo Cruz, foram sete, que chamaram a atenção de muita gente, entre eles os observadores da Ponte Preta. Já na Macaca, na qual chegou em setembro de 2017, não podia ser inscrito pelo para a disputa do Paulista de Base, mas ficou treinando e seguiu com o sub 20 para a Copa Ipiranga-RS. Lá, marcou cinco gols em quatro jogos e foi confirmado para se apresentar com o elenco profissional em 2 de janeiro, onde vem treinando desde então. E ontem, no jogo treino conrtra o Red Bull, foi dele o gol da vitória – após lançamento de Luan Perez, Saraiva fez bela jogada e cruzou para traz, e lá estava ele: Felippe entrou de carrinho e balançou as redes.

“Gosto de jogar dentro da área, sou aquele centroavante que espera por uma bola para marcar, mas estou à disposição do Eduardo Baptista sempre: do jeito que ele optar pra que eu jogue, eu jogarei”, diz o jovem atleta. Apesar de ter vindo focado em estar na equipe principal, ele se admite um pouco surpreso.

“Tudo mudou muito rápido. Estava no Osvaldo Cruz , cheguei em setembro, mas não deu para ser inscrito nas competições e fiquei no SUB20, onde o time profissional me observou. Disputei copa RS, fomos bem e agora estou aqui no elenco da Ponte. Então é focar no profissional pra fazer boa campanha e dar alegria para o torcedor”, acredita.

Apesar da pouca idade, Felippe se mostra bastante confiante em atuar em um campeonato como o Paulistão. “É claro que tem um pouquinho de ansiedade, a Ponte é meu primeiro clube grande, com uma estrutura muito boa, profissionais experientes apoiando e ajudando a gente. Mas estou tranqüilo, espero ter a oportunidade e aproveitar. Quero me focar e trabalhar para me sair bem no campeonato”, pontua.

Felippe finaliza enfatizando que, no que depender dele, não vai faltar garra e vontade nos gramados do Majestoso e demais estádios onde a Ponte jogar. “Estou muito feliz de estar no meio do elenco profissional e disputando um campeonato tão visado e disputado. Espero fazer meu melhor e render dentro de campo.”