Paulistão: À espera de treinador, Ponte Preta viaja em busca da reabilitação

Diretoria alvinegra espera chegar a um nome em comum ainda essa semana. Gilson Kleina, Vadão e Ney Franco são os principais da lista

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) - A divergência em relação ao novo treinador continua na Ponte Preta, mas ela deve chegar ao fim ainda essa semana. Com Vadão, Gilson Kleina e Ney Franco liderando a lista, a diretoria da Macaca espera anunciar o substituto de Felipe Moreira nos próximos dias. Enquanto isso, João Brigatti segue como interino.

A intenção dos dirigentes alvinegros é definir o novo treinador o mais breve possível para que o planejamento visando a disputa do Campeonato Brasileiro fique atrasado. Além dos nomes já citados, Jorginho e Doriva também foram lembrados e correm por fora.

"Deve chegar um treinador, é questão de tempo. Como ainda não me passaram nada, continuo no comando", disse João Brigatti.

Apesar de ainda estar no Goiás, Gilson Kleina é um dos nomes preferidos da diretoria pontepretana
Apesar de ainda estar no Goiás, Gilson Kleina é um dos nomes preferidos da diretoria pontepretana
Dos principais nomes da lista, Vadão e Ney Franco estão sem clube, assim como Jorginho e Doriva. Já Gilson Kleina, um dos preferidos da diretoria, tem contrato com o Goiás e a multa para tirá-lo é considerada alta. Desses, apenas Ney Franco não acumula passagem pela Ponte Preta.

ENQUANTO ISSO...
Ainda sem uma definição sobre o novo treinador, João Brigatti vai para sua quarta partida frente ao comando da Macaca. Até aqui, ele obteve uma vitória (Ituano), um empate (Corinthians) e uma derrota (Novorizontino). Nesta terça-feira, a Ponte Preta enfrenta o Santo André, às 15 horas, no Estádio Bruno José Daniel, pela décima rodada.

Na liderança isolada do Grupo D, com 15 pontos, a Ponte Preta foi beneficiada pelas derrotas de Mirassol e Santos. No entanto, se tropeçar novamente nesta terça-feira, corre o risco de perder a ponta e até mesmo deixar a zona de classificação para as quartas de final faltando apenas mais duas rodadas.

Contra o Santo André, João Brigatti será forçado a fazer uma alteração. Bastante criticado pela torcida no último jogo, Ravanelli recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática. Recuperado de contusão, o volante Elton devem ser seu substituto, já que Matheus Cassini foi vetado pelo departamento médico com um incômodo na coxa esquerda.

Outra alteração que será feita por João Brigatti, mesmo ele não confirmando o time, vai acontecer no ataque. Clayson volta após cumprir suspensão automática e entra na vaga de Lins, outro jogador bastante criticado pelos torcedores na derrota para o Novorizontino e que fica como opção no banco de reservas.

O TIME
Apesar da atividade desta segunda-feira ter sido realizada com os portões fechados para a imprensa, a Ponte deve entrar em campo com: Aranha; Nino Paraíba, Marlon, Yago e Jeferson; Fernando Bob, Elton e Matheus Jesus; Clayson, Lucca e William Pottker.

aaa