Ronaldinho Gaúcho almoça com Bolsonaro no Palácio do Planalto

O presidente recebeu uma camisa da seleção de presente de R10, e ambos registraram uma imagem

por Agência Estado

Brasília, DF, 17 - Um encontro inusitado aconteceu nesta segunda-feira no Palácio do Planalto. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) recebeu o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho para almoçarem juntos, sem ter uma pauta definida para conversarem.

Ao chegar para a reunião, Ronaldinho negou que houvesse um convite especial para o almoço e disse que queria apenas conhecer o presidente. Durante a campanha eleitoral de 2018, o ex-jogador demonstrou apoio a Bolsonaro em 6 de outubro, véspera do primeiro turno, postando uma foto no Instagram com o número 17 às costas.

Bolsonaro recebeu uma camisa da seleção de presente de Ronaldinho, e ambos registraram uma imagem do encontro
Bolsonaro recebeu uma camisa da seleção de presente de Ronaldinho, e ambos registraram uma imagem do encontro
O ex-camisa 10 da seleção brasileira e do Barcelona ainda teve algumas facilidades incomuns. Ao entrar pelo portão principal, não teve que se cadastrar na recepção - normalmente, apenas autoridades são dispensadas do procedimento.

Bolsonaro recebeu uma camisa da seleção de presente de Ronaldinho, e ambos registraram uma imagem do encontro em suas redes sociais. No almoço, também estavam presentes Assis, irmão do ex-jogador, e Gilson Machado, presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur).

OUTRAS VISITAS
Além de Ronaldinho, outra personalidade ligada ao esporte que foi recebida por Bolsonaro foi Neymar pai, que conversou sobre as acusações de sonegação fiscal que pesam sobre ele e sobre Neymar Júnior.

Bolsonaro é fã de futebol, tendo comparecido ao jogo entre Brasil e Bolívia na última semana, em São Paulo, pela Copa América, e na partida entre Flamengo e CSA, pelo Campeonato Brasileiro, em Brasília, ambos na semana passada. O presidente declara ser palmeirense, embora tenha usado camisas de diversos clubes nas últimas semanas.