ESPECIAL ARTILHEIROS: Confira os maiores goleadores dos times da Série A e B em 2017

O jogador que mais marcou gols nessa temporada foi o atacante Henrique Dourado, do Fluminense, que balançou as redes 32 vezes

por Lucas Badan - Campinas

Campinas, SP, 31 (AFI) - A temporada de 2017 não foi das melhores para os goleadores. Henrique Dourado, atacante do Fluminense e principal artilheiro do ano marcou 32 gols, número bastante acima de Robinho, do Atlético-MG, que marcou apenas 25 tentos em 2016. Em contra partida, bem abaixo de Ricardo Oliveira que marcou 37 em 2015 e de Neymar que foi as redes por 43 vezes em 2012, ambos com a camisa do Santos.

Apesar do número mediano, o Portal Futebol Interior trouxe a lista dos principais artilheiros de 2017 e conta uma breve história do ano de cada um.

Com 32 gols marcados em 2017 e com uma cobrança de pênalti precisa, Henrique Dourado foi o principal artilheiro do ano
Com 32 gols marcados em 2017 e com uma cobrança de pênalti precisa, Henrique Dourado foi o principal artilheiro do ano
CONFIRA ABAIXO OS DEZ PRINCIPAIS ARTILHEIROS DE 2017
1º COLOCADO - HENRIQUE DOURADO (FLUMINENSE) - 32 GOLS
Sem dúvidas 2017 foi especial para o atacante Henrique Dourado, tanto que foi é ele o principal goleador do ano com 32 gols. Em boa fase no Fluminense desde o inicio da temporada, o jogador marcou gols em todas as competições que atuou, graças ao seu poder de fogo nas cobranças de pênalti - não costuma errar. No Campeonato Carioca foram seis gols, enquanto na Copa do Brasil e na Sul-Americana marcou quatro em cada torneio. Já no Campeonato Brasileiro, o centroavante marcou 18 gols e se sagrou artilheiro da competição.

2º COLOCADO - FRED (ATLÉTICO-MG) - 30 GOLS
Goleador nato, Fred nunca conseguiu ser o principal artilheiro do ano e em 2017 bateu na trave mais uma vez. Na temporada na qual se despediu do Atlético-MG, o jogador marcou 30 gols. No Brasileirão foram doze bolas na rede, dez no Mineiro, seis na Libertadores e um tento na Copa do Brasil e outro na Primeira Liga, na qual apesar do Galo atuar boa parte com o time reserva, a equipe se sagrou vice-campeã do torneio, ficando atrás apenas do Londrina.

3º COLOCADOS - BERGSON (PAYSANDU)/ RAFAEL GRAMPOLA (BRAGANTINO/JOINVILLE) - 28 GOLS
Os dois próximos artilheiros que ocupam juntos a terceira colocação desse ranking com 28 gols, não atuaram na elite do futebol brasileiro em 2017. O primeiro é Bergson, destaque do Paysandu e artilheiro da Série B com 16 gols, ao lado de Mazinho do Oeste. Além dos gols marcados na Segundona, o atacante também balançou as redes por 11 vezes no Paraense e uma vez na Copa Verde. Já Rafael Grampola passou por duas equipes nessa temporada. Pelo Bragantino marcou 8 gols no Paulista A2 e no Joinville fez 20 gols - sendo 13 na Série C e sete na Copa Santa Catarina.

Apesar da Ponte Preta ter sido rebaixada para a Série B, Lucca está entre os dez principais goleadores de 2017
Apesar da Ponte Preta ter sido rebaixada para a Série B, Lucca está entre os dez principais goleadores de 2017
4º COLOCADO - ANDRÉ (SPORT) - 27 GOLS
Outro jogador considerado 'medalhão' por conta da sua experiência é o atacante André, que marcou 27 gols nessa temporada de 2017 e foi fundamental para evitar o rebaixamento do Sport para a Série B do Campeonato Brasileiro. Apenas na elite do futebol nacional, o centroavante balançou as redes por 14 vezes. Os outros 13 gols foram marcados na Copa Sul-Americana, Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano.

5º COLOCADO - JÔ (CORINTHIANS) - 25 GOLS
O quinto colocado desse ranking foi um dos principais jogadores responsáveis por levar o Corinthians ao título do Campeonato Brasileiro. Artilheiro da competição com 18 gols ao lado de Henrique Dourado, Jô fez a diferença no ano de 2017. Com 25 gols em toda temporada, o goleador marcou 18 vezes no nacional, seis no Paulistão - no qual o Timão também foi campeão - e um na Copa do Brasil.

6º COLOCADOS - LUCCA (PONTE PRETA)/ RAFAEL OLIVEIRA (BOTAFOGO-PB/NÁUTICO) - 24 GOLS
Os próximos dois componentes dessa seleta lista tiveram um grande ano, mas não conseguiram salvar seus times do rebaixamento. Com 24 gols marcados, Lucca foi o principal jogador da Ponte Preta na temporada. Tanto que no primeiro semestre, ao lado de William Pottker, o goleador levou a Macaca ao vice-campeonato do Paulistão, tanto que só no estadual ele marcou sete vezes. Os demais tentos foram marcados 13 no Brasileirão, um na Copa do Brasil e três na Sul-Americana. Já Rafael Oliveira acabou rebaixado com o Náutico para a Série C, mas apesar disso balançou as redes muitas vezes desde o começo da temporada, quando jogava no Botafogo-PB.

Mesmo não atuando durante todo o ano no Brasil, Jonatas Belusso marcou 24 gols em solo brasileiro
Mesmo não atuando durante todo o ano no Brasil, Jonatas Belusso marcou 24 gols em solo brasileiro
7º COLOCADO - JONATAS BELUSSO (BRUSQUE/LONDRINA) - 23 GOLS
O sétimo é Jonatas Belusso, atacante que nesse ano de 2017 atuou pelo Brusque e pelo Londrina no futebol brasileiro. O detalhe é que o jogador poderia ter ameaçado mais os líderes. Isso porque ele fez 23 gols no futebol brasileiro até 3 de agosto, quando foi vendido ao Al-Shabab, da Arábia Saudita e se tivesse ficado no Brasil, teria certamente balançado as redes mais vezes.

8º COLOCADO - TITO (CONFIANÇA) - 21 GOLS
O atacante Tito do Confiança fecha esse ranking de craques goleadores. Com 21 gols durante toda a temporada, o jogador foi artilheiro do Campeonato Sergipano com 14 bolas nas redes e na Série C do Campeonato Brasileiro, brigou pela artilharia até a última rodada, contabilizando oito gols no torneio. Apesar disso, o centroavante não conseguiu levar o seu time para a segunda divisão nacional.