Sempre presente, Paulista comemora 111 anos de muitas conquistas

Equipe de Jundiaí é uma das maiores vencedoras do interior paulista e chegou a disputar a Copa Libertadores

por Federação Paulista (FPF)

São Paulo, SP, 17 (AFI) - Há 111 anos, o Paulista Futebol Clube era fundado em Jundiaí. Desde então, a equipe se firmou como uma das potências do interior de São Paulo, estando no profissionalismo de forma ininterrupta há 72 anos e extrapolando as fronteiras do Brasil através de suas conquistas.

Fundado em 1909, o clube na verdade era uma continuidade do antigo Jundiahy Foot Ball Club, que teve suas atividades entre 1903 e 1908.O nome foi alusivo à empresa Cia. Paulista de Estradas de Ferro, onde trabalhavam os fundadores.

Em 1918, o Paulista foi um dos 13 participantes do primeiro Campeonato do Interior, o qual venceu no ano seguinte indo disputar a Taça Competência contra o Paulistano. O adversário da capital era tetracampeão consecutivo e encontrou jogo duro contra os interioranos, vencendo a partida por 5 a 4. O time jundiaiense ainda venceria o Campeonato do Interior da APEA em 1921.

Mais uma importante conquista do clube se deu em 1926. Com a cisão do futebol paulista – a saída de alguns clubes da APEA para a fundação da LAF –, o Paulista disputou o Torneio Seletivo da nova liga e foi campeão da etapa do interior, podendo integrar a elite estadual pela primeira vez, ficando até 1929, quando a liga se dissolveu.

Quando o profissionalismo atingiu o interior e a Federação Paulista de Futebol criou a Lei do Acesso, o Paulista foi um dos participantes do torneio de 1948, o primeiro em que a nova medida passou a vigorar. Desde então, o time de Jundiaí nunca se ausentou dos torneios organizados pela FPF – apenas Guarani e Botafogo também disputaram alguma divisão do futebol paulista todos esses anos –, tendo conseguido o título e o acesso em 1968. A primeira passagem pela elite durou 10 anos.

Paulista já foi campeão da Copa do Brasil
Paulista já foi campeão da Copa do Brasil
PRO FUTURO....
Na década de 1980, o time teve mais uma breve passagem na principal divisão em 1984 e 1985. Já na década seguinte, uma série de transformações ocorreram no clube. Com o time na Série A3, em 1995, a Lousano assume a gestão e o clube passa a se chamar Lousano Paulista, conseguindo o acesso. Em 1999, há uma troca de empresas gestoras e com a Parmalat, o nome se torna Etti Jundiaí. Neste ano, a equipe conquistou a primeira edição da Copa Paulista.

Já no novo século, o time jundiaiense tem o seu melhor momento. Em 2001, venceu a Série A2 e a Série C do Campeonato Brasileiro. Estabelecido na elite estadual, o time viu a parceira com a Parmalat acabar. Mesmo em ‘voo solo’, o Paulista ganhou a vaga na Copa do Brasil após o vice-campeonato estadual de 2004. De maneira surpreendente, o time jundiaiense ultrapassou Juventude-RS, Botafogo-RJ, Internacional-RS e Figueirense-SC, chegando na decisão contra o Fluminense-RJ. Após vencer por 2 a 0, conquista o título se deu com um empate sem gols em São Januário.

A conquista nacional fez com que o clube disputasse a Copa Libertadores de 2006, tendo vencido o gigante River Plate no Jayme Cintra, sendo este jogo um dos mais emblemáticos da história do clube. No segundo semestre, fez sua melhor campanha na Série B, ficando sem o acesso por causa do número de vitórias.

A partir de 2007, porém, o clube não conseguiu se sustentar nos torneios nacionais. Ainda assim, mostrou força no âmbito estadual e foi bicampeão da Copa Paulista em 2009 e 2010 e se manteve na elite até 2014.

Nos últimos, o Paulista acabou sofrendo uma série de rebaixamentos. Ainda assim, a veia vencedora da equipe se fez novamente presente em 2019 e o clube tricolor venceu a Segunda Divisão do Campeonato Paulista, dando início a uma nova tentativa de escalada para a elite.