Apostando em Felipão, Palmeiras pega Sampaio Corrêa em estreia na Copa do Brasil

O confronto entre o atual campeão brasileiro e um rival que está na Série C tem como personagem o técnico Felipão

por Agência Estado

São Paulo, SP, 22 - São 27 jogos sem perder no Campeonato Brasileiro, cerca de 73% de aproveitamento no ano, vitória de goleada em clássico no último clássico e, para melhorar, agora começa a competição na qual o treinador é um grande especialista. O Palmeiras, do técnico Luiz Felipe Scolari, tem várias credenciais a favor para largar como favorito às 19h15 desta quarta-feira, quando enfrenta o Sampaio Corrêa, em São Luís (MA), pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O confronto entre o atual campeão brasileiro e um rival que está na Série C tem como personagem o técnico Felipão. O treinador com mais títulos na Copa do Brasil, quatro taças (1991, 1994, 1998 e 2012), inicia a caminhada no estádio Castelão, local marcante na carreira. Em novembro de 2001, na primeira passagem pela seleção brasileira, a equipe derrotou a Venezuela por 3 a 0 e garantiu vaga na Copa do Mundo no ano seguinte, que viria a ganhar - a última que o Brasil foi campeão.

"Voltar a São Luís me traz ótimas lembranças. Estávamos formando o grupo que iria para a Copa. Guardo os momentos vividos em São Luís com carinho. O povo do Maranhão foi muito participativo naquele dia no Castelão", relembra Scolari.

EXPERIENTE

Aos 70 anos, Felipão vai participar pela 13ª vez da Copa do Brasil e conta com um retrospecto positivo para não ser surpreendido por uma possível zebra, como o Sampaio Corrêa. O técnico tem um aproveitamento de 67% nas partidas. Nas 12 vezes anteriores em que disputou o torneio nacional, em sete ele foi pelo menos semifinalista e em uma foi vice-campeão.

"Sabemos que em jogos assim os outros times têm uma motivação maior por jogarem contra o Palmeiras. O Felipão já passou algumas coisas para a gente e passará mais outras para analisarmos sobre a disputa", explicou o meia Hyoran.

Para iniciar a jornada de oito partidas em busca do título, o Palmeiras de Felipão deve ter em campo uma formação modificada. Como o clube está preocupado com o desgaste dos jogadores, decidiu diminuir a sequência de viagens. Depois da partida em São Luís, em vez do elenco retornar a São Paulo, embarca diretamente para Brasília, onde no sábado enfrentará o Botafogo, pelo Brasileirão.

Os dois times se reencontram na próxima semana, no Allianz Parque, para o jogo de volta. Assim como o Palmeiras, o Sampaio Corrêa estreia só agora, já nas oitavas de final, por ter sido campeão no ano passado da Copa do Nordeste.

DE OLHO NA BILHETERIA

A dificuldade de enfrentar o atual campeão brasileiro com seu elenco badalado faz o Sampaio Corrêa ter como uma das suas principais expectativas para a Copa do Brasil lucrar com bilheteria. A expectativa do clube de São Luís é poder arrecadar com o jogo diante do Palmeiras o suficiente para cobrir mais de um mês da folha de pagamento, que é de cerca de R$ 450 mil.

Apostando em Felipão, Palmeiras pega Sampaio Corrêa em estreia na Copa do Brasil
Apostando em Felipão, Palmeiras pega Sampaio Corrêa em estreia na Copa do Brasil
Os preços das entradas variam de R$ 30 a R$ 90. A diretoria espera ter casa cheia e contar com a presença de 40 mil torcedores. Se passar pelo Palmeiras é uma missão difícil, pelo menos sua presença nas oitavas de final já ajudou bastante o clube. A CBF paga de premiação R$ 2,5 milhões para quem disputa esta fase da competição.

"Sabemos a força que a torcida do Sampaio tem quando comparece em peso ao Castelão. Contamos com esse apoio, porque será um jogo muito difícil, e o Castelão lotado nos dará um combustível a mais", pediu o volante e capitão Diones.

MÁ FASE

O time vem de um rebaixamento da Série B para a Série C, além de ter ficado fora da final do Estadual e ter sido eliminado ainda na primeira fase da Copa do Nordeste. Um alento é ter começado bem na Série C, com duas vitórias e dois empates nas quatro primeiras rodadas.

Nas Copas do Brasil de 2014 e 2015, o time também enfrentou o Palmeiras. Presente nesses confrontos, o meia Cleitinho sonha com uma zebra. "O Sampaio também é grande, e se torna ainda mais forte quando o torcedor joga junto", afirmou.

Mercado da Bola
Contratações
Não houve contratações no período
Palmeiras-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Weverton, Fernando Prass e Jailson

  • Laterais

    Marcos Rocha, Mayke, Diogo Barbosa

  • Zagueiros

    Luan, Gustavo Gomez e Vitor Hugo

  • Volantes

    Felipe Melo e Bruno Henrique

  • Meias

    Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Zé Rafael

  • Atacantes

    Dudu, Deyverson, Borja, Carlos Eduardo e Henrique Ceifador

  • Técnico

    Mano Menezes