Com titulares de volta, Palmeiras encara Botafogo para manter liderança

O primeiro colocado, com 13 pontos na tabela, espera fechar o fim de semana com uma distância maior para os perseguidores

por Agência Estado

São Paulo, SP, 25 - Os titulares do Palmeiras voltam ao time neste domingo, às 16h, contra o Botafogo, em Brasília, em rodada que pode ajudar o atual líder a ampliar a vantagem para os concorrentes no Campeonato Brasileiro.

Além de entrar em campo às 16h com uma invencibilidade de 28 partidas seguidas na competição, a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari acompanha os adversários diretos, que têm compromissos difíceis pela frente.

O primeiro colocado, com 13 pontos na tabela, espera fechar o fim de semana com uma distância maior para os perseguidores mais próximos. O segundo lugar, Atlético-MG, enfrenta o Grêmio, em Porto Alegre, à noite, e o terceiro na classificação, o São Paulo, tem clássico no domingo contra o Corinthians, na arena rival, onde jamais ganhou.

O Palmeiras tem se sentido bastante acolhido em Brasília. Depois de três anos sem jogar na capital do País, a equipe alviverde desembarcou na madrugada de quinta-feira e encontrou um aeroporto lotado de torcedores. Depois, abriu um de seus treinos na cidade para ter mais contato com o público.

O elenco avaliou que a realização da partida em Brasília será benéfica. "Esse jogo mudou para cá e terá mais torcedores. É um ponto positivo", afirmou o lateral-esquerdo Victor Luís.

VOLTA DE TITULARES

A equipe alviverde terá em campo seus principais jogadores. Parte dos titulares ganhou descanso no compromisso do meio de semana contra o Sampaio Corrêa, pela Copa do Brasil, e nem viajou ao Maranhão.

O lateral Marcos Rocha, o zagueiro Luan e os meias Bruno Henrique, Gustavo Scarpa e Zé Rafael não estiveram em São Luís e agora reforçam o time em Brasília.

O líder do Brasileiro tem como principal novidade a presença de Gustavo Scarpa. O meia retorna na vaga de Raphael Veiga, que sofreu uma lesão. Outro desfalque é o volante Felipe Melo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.