Provocado, Felipe Melo rebate torcedores santistas: 'Caldeirão é no chiqueiro'

O volante levou cartão amarelo, no primeiro tempo, ao fazer uma falta dura em Lucas Lima

por Agência Estado

Santos, SP, 19 - Felipe Melo respondeu às provocações da torcida do Santos ainda no gramado da Vila Belmiro logo após a vitória do Palmeiras, de virada, por 2 a 1, na noite deste domingo. O jogador, que travou um duelo particular com Lucas Lima, aguentou provocações da torcida santista durante boa parte da partida, que gritava: 'Não é mole, não, Felipe Melo afundou a seleção", relembrando a expulsão do jogador na Copa do Mundo de 2010 defendo a seleção brasileira contra a Holanda.

Felipe Mello soltou o verbo diante da torcida do Santos
Felipe Mello soltou o verbo diante da torcida do Santos
"A gente está acostumado a jogar em um caldeirão. Aqui tem cinco mil, oito mil só, pô! Caldeirão é no chiqueiro, afirmou o jogador. "Brincadeiras à parte, foi uma batalha dura. O Santos é um grande time. Isso faz parte do futebol. Eu sou do tempo do Romário, Edmundo, que não tinha muito mimimi. Isso é futebol. Parabéns ao grupo que lutou bastante. Ganhamos os três pontos."

Felipe Melo levou cartão amarelo, no primeiro tempo, ao fazer uma falta dura em Lucas Lima. Depois, chegou a cometer outra falta no meia do Santos. 'Pendurado', o volante parou de cometer infrações desnecessárias e continuou em campo os noventa minutos, ajudando o Palmeiras a vencer e assim conquistar a vaga à próxima fase do Campeonato Paulista por antecipação.

aaa