Fórmula 1: Na Rússia, Hamilton supera drama, sobra no final e crava 96ª pole

O inglês ainda quebrou o recorde da pista ao cravar 1min31s304

por Agência Estado

Campinas, SP, 26 (AFI) - Não é novidade que Lewis Hamilton cresce nos momentos decisivos. E neste sábado não foi diferente. Depois de passar um susto no Q2 e conseguir avançar ao Q3 com uma volta aberta no último segundo, o hexacampeão foi soberano na parte final de sessão classificatória e garantiu a pole para o GP da Rússia da Fórmula 1. De quebra, bateu o recorde da pista ao cravar 1min31s304. Max Verstappen foi o segundo e Valtteri Bottas ficou em terceiro.

O hexacampeão passou por um drama antes de brilhar. Ele não tinha tempo registrado quando o alemão Sebastian Vettel bateu com força no fim do Q2 e provocou uma bandeira vermelha. Na retomada da sessão, o britânico, porém, conseguiu abrir volta rápida com pneus macios, escapou da eliminação no sufoco e, minutos depois, no Q3, restabeleceu seu domínio.

Hamilton chegou à 96ª pole na história da Fórmula 1, a segunda em Sochi, e a oitava na temporada de 2020, na qual ele tem sido absolutamente dominante. Se vencer a corrida neste domingo, o britânico fará história pois vai igualar o recorde de 91 vitórias do alemão Michael Schumacher. No entanto, dado o desenho do circuito de Sochi e considerando também o fato de que vai largar com pneus macios contra médios de Verstappen e Bottas, o piloto da Mercedes não tem uma vantagem tão grande na pole.

"Foi uma das piores classificações. Fiz com o coração na boca, porque uma volta foi deletada e depois veio a bandeira vermelha. É bom estar na pole, mas talvez o pior lugar para largar da pole, ainda mais com os carros com mais arrasto nesse ano", destacou Hamilton.

O holandês Max Verstappen, da Red Bull, conquistou um lugar na primeira fila na ultima volta ao desbancar Bottas com o tempo de 1min31s867. O finlandês da Mercedes teve um desfecho frustrante de treino. Postulante à pole, depois de um bom início na sessão classificatória, ele errou na última tentativa e ficou apenas em terceiro no grid, com a marca de 1min31s956.

O mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, confirmou o bom momento na temporada e assegurou o quarto lugar pela quarta vez no ano, à frente do australiano Daniel Ricciardo, da Renault. O espanhol Carlos Sainz Jr., da McLaren, sairá da sexta colocação.

Na quarta fila também haverá pilotos da Renault e McLaren, com o francês Esteban Ocon em sétimo, e o britânico Lando Norris no oitavo lugar. Pierre Gasly, da AlphaTauri, fechou em nono, e o tailandês Alexander Albon, da Red Bull, completou o top 10 do grid de largada em Sochi.

A Ferrari segue sua sina e amargou mais momentos ruins em uma sessão de classificação. Além do incidente com Vettel, a escuderia italiana viu Charles Leclerc não avançar para o Q3. O monegasco vai largar em 11º, quatro posições à frente do alemão tetracampeão.

A largada para o GP da Rússia, no circuito de Sochi, a décima etapa da temporada 2020 da Fórmula 1, está prevista para as 8h10 deste domingo.

Confira o grid de largada do GP da Rússia:

1º) Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) - 1min31s304

2º) Max Verstappen (HOL/Red Bull) - 1min31s867

3º) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) - 1min31s956

4º) Sergio Perez (MEX/Racing Point) - 1min32s317

5º) Daniel Ricciardo (AUS/Renault) - 1min32s364

6º) Carlos Sainz (ESP/McLaren) - 1min32s550

7º) Esteban Ocon (FRA/Renault) - 1min32s624

8º) Lando Norris (GBR/McLaren) - 1min32s847

9º) Pierre Gasly (FRA/Alphatauri) - 1min33s000

10º) Alexander Albon (TAI/Red Bull)- 1min33s008

------------------------------------------------------

11º) Charles Leclerc (MON/Ferrari - 1min33s239

12º) Daniil Kvyat (RUS/Alphatauri) - 1min33s249

13º) Lance Stroll (CAN/Racing Point) - 1min33s364

14º) George Russell (GBR/Williams) - 1min33s583

15°) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - 1min33s609

------------------------------------------------------

16º) Romain Grosjean (FRA/Haas)- 1min34s592

17º) Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) - 1min34s594

18º) Kevin Magnussen (DIN/Haas) - 1min34s681

19º) Nicholas Latifi (CAN/Williams) - 1min35s066

20º) Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) - 1min35s267