Presidente do Novorizontino exalta incentivo da CBF: "Muito bem-vindo"

Genilson da Rocha Santos elogiou medida e revelou que presidentes de clubes da Série D vão tentar apoio ainda maior

por Agência Futebol Interior

Novo Horizonte, SP, 07 (AFI) - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou, na última segunda-feira, que vai repassar mais de R$ 19 milhões para clubes das séries C e D do Campeonato Brasileiro, além de equipes femininas e federações. A medida serve como apoio em meio à pandemia do novo coronavírus.

O aporte foi visto com bons olhos no Novorizontino, que disputa a Série D do Brasileiro. Na quarta divisão nacional, o valor destinado a cada clube é de R$ 120 mil e o presidente Genilson da Rocha Santos ressaltou a importância do repasse.

"O incentivo que a CBF vem dando nos últimos (anos de) Campeonato Brasileiro Série D sempre tem sido com estadia, alimentação e viagens. Então é claro que todo o incentivo financeiro diante da dificuldade, que não só o futebol vem passando, mas o país, eu acho que é muito bem-vindo", disse o mandatário.

Genilson da Rocha Santos aprovou repasse da CBF (Foto: Reprodução/Futebol Interior)
Genilson da Rocha Santos aprovou repasse da CBF (Foto: Reprodução/Futebol Interior)

EM BOA HORA

O Campeonato Paulista, assim como os estaduais pelo Brasil, está com a disputa suspensa por tempo indeterminado. Genilson avaliou que a paralisação interfere no fluxo de caixa das equipes.

"Os clubes têm uma necessidade grande nesse momento. Boa parte das suas receitas ficam comprometidas. Patrocinadores e incentivo de TV deixam de entrar nos cofres e faz com que a receita caia gradativamente", continuou o presidente do Tigre.

QUEREM MAIS

Ele ainda revelou que os presidentes dos clubes da Série D ainda tentarão um apoio maior da CBF. O valor destinado aos clubes representa duas vezes a folha salarial média dos atletas de cada uma dessas divisões.

"Os presidentes dos clubes da Série D estão pleiteando um incentivo a mais, mas já é uma vitória, é um primeiro passo, já é algo considerável e que vai ajudar bastante no seguimento do futebol no país", concluiu Genilson.