Mato-Grossense: Operário-VG perde patrocínio após anúncio do goleiro Bruno

Além de não receber o valor, o Operário-VG não poderá exibir a logomarca da empresa nos uniformes.

por Agência Futebol Interior

Várzea Grande, MT, 21 (AFI) - A contratação do goleiro Bruno segue causando polêmicas no Operário-VG. Depois de vários protestos, o clube teve o contrato suspenso com a Cooperativa Sicredi, patrocinadora do Campeonato Mato-Grossense.

CONTRATO SUSPENSO

A Sicredi informou que o valor é pago à Federação Mato-Grossense de Futebol e repassado ao clube. Além de não receber o valor, o Operário-VG não poderá exibir a logomarca da empresa nos uniformes.

André Xela, dirigente do clube, confirmou a decisão da Sicredi, mas reafirmou que o Operário-VG não voltará atrás na contratação. Outra empresa contratada pelo clube também se pronunciou.
A Invicttus, que faz os uniformes, afirmou que foi contratada exclusivamennte para fornecer materiais esportivos e que manterá o acordo.

NÃO ESTÁ FÁCIL

Assim que o negócio foi fechado, o Conselho dos Direitos da Mulher de Mato Grosso soltou uma nota de repúdio e prepara um protesto para essa terça-feira.

Em 2020, o Operário VG tem calendário cheio com as disputas do Campeonato Mato-Grossense, Copa Verde, Copa do Brasil e a Série D do Campeonato Brasileiro.