Mato-grossense: Quatro estádios não têm ainda condições de jogos

Luthero Lopes e Gigante do Norte recebem jogos já na primeira rodada

por Jorge Maciel - Futebolpress

Cuiabá, MT, 18 (AFI) - Faltando poucos dias para a largada do Campeonato Mato-grossense de Futebol 2020, quatro dos dez estádios ainda não apresentaram laudos de segurança – conforma exige o Estatuto do Torcedor – à Federação Mato-grossense de Futebol (FMF).

A situação mais grave é no Municipal Zeca Costa, em Barra dos Garças. Muros em estado de erosão, mato sob as arquibancadas e alambrados sem sustentação são parte da imagem do estádio cujo mandante é o Araguaia.

A prefeitura promete terminar os serviços de restauração em sete dias, aproveitando que o time local joga com o Sinop, no extremo norte do Estado.

Na segunda rodada, dia 26, o Araguaia recebe o Operário e a prefeitura garante que o estádio vai estar em ordem.

VAI DAR TEMPO?
O detalhe é que o Gigantão do Norte, onde o Sinop manda seus jogos, também passa por reparos na iluminação, gramado e cabines de rádios e TV.

A prefeitura iniciou os trabalhos há dez dias e o cronograma de obras prevê a entrega na segunda-feira, véspera do jogo de abertura do campeonato.

Luthero Lopes é um dos estádios que ainda não estão liberados
Luthero Lopes é um dos estádios que ainda não estão liberados
CORRERIA

Outra situação preocupante é no Luthero Lopes, ao Sul do Estado. Estádio sede do União, que recebe dia 21 o Mixto, na abertura do certame, o local apresenta uma série de problemas, inclusive com o gramado.

As cabines de rádios e TV estão ainda em obras de ampliação e alguns reforços na cobertura e portões estão sendo implementados.

Em ritmo acelerado, numa época de muita chuva na região, os engenheiros torcem para que tudo termine neste fim de semana e haja condições de jogo.

Por fim, o Estádio Municipal Valdir Wolz, do debutante Nova Mutum, está em reconstrução desde o último trimestre do ano passado.

QUASE PRONTO
Com obras de construção das arquibancadas em andamento, mas faltando apenas acabamento, e outros setores bem adiantados, tudo deve ficar pronto, dizem os engenheiros da prefeitura, em uma semana.

O Nova Mutum estreia no campeonato fora de casa e faz a sua primeira partida contra o Cuiabá, na quarta-feira. Na segunda rodada, recebe o Luverdense, já com o estádio pronto.

INTERESSE DOS CLUBES
O prazo de entrega expirou na última sexta-feira, mas a FMF evita pressão. Segundo a assessoria da entidade, a responsabilidade de fiscalização é da Policia Militar, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária.

“Se tudo estiver nos conformes até a véspera do jogo e tudo aprovado pelos órgãos de fiscalização, haverá jogos. No caso de atraso e envio tardio dos laudos, os jogos acontecem da mesma forma, mas de portões fechados”, diz FMF.