Clube que ascendeu na Segundona confirma saída de técnico: 'Questões familiares'

O treinador Ricardo Costa não ficará no Marília, que disputará o Campeonato Paulista da Série A3

por Agência Futebol Interior

Marília, SP, 08 (AFI) - O Marília, confirmou, na tarde desta sexta-feira, que o técnico Ricardo Costa, o qual esteve à frente do Tigrão durante o acesso na Segundona Paulista, não seguirá no Abreuzão para a disputa da próxima edição do Campeonato Paulista da Série A3.

"Em reunião nesta manhã entre os membros da diretoria do MAC e o técnico Ricardo Costa ficou definido que não haverá renovação do seu contrato para a Série A3 de 2020, por questões familiares do treinador", diz parte da nota divulgada nas redes sociais.

TRABALHANDO!
À frente do Marília neste ano, o comandante conquistou o seu terceiro acesso na Segundona nas últimas quatro temporadas. Em 2016, ele foi campeão com a Portuguesa Santista; em 2017, foi vice com o EC São Bernardo. Além disso, ele foi semifinalista de 2018 dirigindo o São José.

Ricardo Costa, técnico do Marília - Foto: Divulgação
Ricardo Costa, técnico do Marília - Foto: Divulgação

"O Marília Atlético Clube agradece ao profissional pelos bons serviços prestados, parabeniza pelo acesso, tendo a certeza do dever cumprido, ficando as portas abertas do clube para o futuro. O clube segue trabalhando internamente visando a temporada 2020", completou o texto.

FALA, RICARDO!
"Essa decisão foi tomada com a minha família, foi essa semana. Vim agradecer a diretoria por tudo que fizeram. A gente sai de coração partido. Quero agradecer muito a todos que me deram essa oportunidade. Muito feliz pelo acesso, saímos com a missão cumprida. Agora, ficar na torcida para que o Marília siga o projeto e suba cada vez mais de divisão. Procurarei alguma coisa perto de casa, de Campinas, que dê para conciliar. Então, tentar fechar um projeto mais perto de casa. Não é que vou ficar fora do mercado",
afirmou o comandante em entrevista exclusiva ao Portal Futebol Interior.

MODO DE DISPUTA
No Paulista A3, os 16 times participantes vão jogar entre si em turno único na primeira fase. Os oito primeiros avançam às quartas de final, enquanto os dois últimos cairão para a Segundona Paulista de 2021. Apenas os finalistas conquistarão o acesso para o Paulista A2 de 2021.

O Marília terá Velo Clube, Capivariano, Desportivo Brasil, Barretos, Comercial, Primavera, EC São Bernardo, Rio Preto, Batatais, Grêmio Osasco, Nacional, Linense, Noroeste, Paulista e Olímpia como adversários. O Paulista A3 começa em 26 de janeiro e se encerra em 17 de maio.