Dirigente da Conmebol fala em terminar Libertadores nem que seja "em fevereiro"

Apesar de fazer garantias, o dirigente reconhece que depende dos países

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 18 (AFI) - A pandemia do novo coronavírus não irá encerrar precocemente a Libertadores e Sul-americana. Frederico Nantes, diretor de competições da Conmebol, garantiu que os torneios serão encerrados em campo, nem que seja em 2021.

"Nós não temos a menor dúvida que vamos retomar a Libertadores e a Sul-Americana. Não existe uma data de retorno ainda. Vamos voltar quando for possível voltar. Temos que lembrar que precisamos de onze datas para a Libertadores e oito para a Sul-Americana", disse ele ao Futebol do Futuro, do Grupo RBS.

"Nós acreditamos que será possível finalizar antes do final de janeiro de 2021. Mas se precisar ir até o final de fevereiro, não há problema", completou.

Garantias da Conmebol. (Foto: Divulgação / Conmebol)
Garantias da Conmebol. (Foto: Divulgação / Conmebol)
NA DEPENDÊNCIA...

Apesar de fazer garantias, o dirigente reconhece que depende dos países. Alguns, estão com as fronteiras fechadas, o que dificulta ainda mais a locomoção dos clubes.

"Está sendo feito um trabalho com os 10 países junto às associações membros para voltar primeiro o futebol nacional e depois competições internacionais. Temos trabalhando com autoridades sanitárias dos países, acompanhado a evolução da pandemia. Precisamos que os países estejam funcionando e as fronteiras abertas", finalizou.