Copa do Brasil: Zago celebra classificação do Inter em 'jogaço' e atletas pedem respeito

Os jogadores do Inter desabafaram e criticaram a forma como parte da imprensa tratou a equipe após o empate na primeira partida

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 20 - O Internacional garantiu a classificação às oitavas de final da Copa do Brasil de forma emocionante. Depois de empatar por 1 a 1 em casa com o Corinthians, devolveu o placar no Itaquerão, na última quarta-feira, e comemorou a vaga após uma disputa de pênaltis que foi para as cobranças alternadas, vencida por 4 a 3. Após o duelo, o técnico Antônio Carlos Zago não escondeu a euforia.

"Hoje foi um p... jogo. Um jogaço, emocionante. Conseguimos o empate no segundo tempo, já no primeiro chegamos algumas vezes na área do adversário. Sem dar chutão, sem nos desesperar dentro de campo. Isso é o mais importante", elogiou o treinador, sem conter o palavrão.

Apesar de o Corinthians ter criado as principais oportunidades da partida, Zago exaltou a posse de bola do Inter. "Tivemos posse de bola no campo do adversário. Sabíamos que seria um jogo decidido em 180 minutos, e não apenas em 90. A equipe veio até aqui e teve personalidade, mantivemos nosso estilo de jogo. Estamos crescendo."

Os jogadores do Inter desabafaram e criticaram a forma como parte da imprensa tratou a equipe - Foto: Ricardo Duarte | Internacional
Os jogadores do Inter desabafaram e criticaram a forma como parte da imprensa tratou a equipe
CRÍTICA
Se Zago fez uma análise geral do confronto, os jogadores do Inter desabafaram e criticaram a forma como parte da imprensa tratou a equipe após o empate na primeira partida. O atacante Brenner e Léo Ortiz pediram "respeito", e o zagueiro foi além. "Falaram muito, nos chamaram de 'jogadorzinho'", reclamou.

Mas o herói da noite foi mesmo Marcelo Lomba, que pegou as cobranças de Maycon e Marquinhos Gabriel nos pênaltis. E após o confronto, ele falou sua estratégia no momento. "A gente estuda um pouco os batedores, mas hoje foi muito na intuição. O Inter apostou muito em mim. Minha parte foi ficar ali, treinando forte. Sempre confiaram em mim e eu agradeço."