Lisca admite que América-MG analisa dupla do Guarani para 2021

Quatro jogadores já deixaram o Guarani. São eles: os goleiros Rafael Pin e Jefferson Paulino, o zagueiro Didi e o meia Deivid

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 28 (AFI) - O Guarani ganhou forte concorrência na negociação com o meia Lucas Crispim e o zagueiro Walber. Recém promovido à Série A do Brasileiro com o América Mineiro, o técnico Lisca admitiu que a dupla interessa para a temporada 2021. O vínculo de ambos com o time bugrino encerra no final de janeiro.

"Todos esses estão sendo analisados e estão em uma pré-lista. A gente tem uma pré-lista de jogadores que interessam, que a gente começa a pesquisar e correr atrás de uma situação. O América tem um departamento de análise de mercado, nós trocamos ideias", disse Lisca em entrevista à Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte.

Lucas Crispim está na mira do América-MG. Foto: Letícia Martins / Guarani FC
Lucas Crispim está na mira do América-MG. Foto: Letícia Martins / Guarani FC
Lucas Crispim tem 26 anos e fez 42 jogos com a camisa do Guarani, anotando quatro gols. Com vínculo apenas até o próximo domingo, o meia está liberado para definir seu futuro. A diretoria bugrina estuda renovar com o jogador, mas já se vê atrás na briga com o interesse do América Mineiro.

Walber, 23 anos, fez 36 jogos com o Guarani. O jogador, que está suspenso para a rodada final da Série B, acabou sendo liberado pela diretoria. O jogador pertence ao Athletico, com quem tem contrato até maio. É do interesse do clube paranaense vender o jogador de forma definitiva.

SAÍDAS!
Quatro jogadores já deixaram o Guarani. São eles: os goleiros Rafael Pin e Jefferson Paulino, o zagueiro Didi e o meia Deivid.