Gigante do futebol brasileiro sonda Felipe Conceição, técnico do Guarani

Time mineiro espera a definição de Felipão para ir atrás de um novo comandante em 2021

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 25 (AFI) - O Cruzeiro, antes de acertar com Luiz Felipe Scolari, foi rejeitado por Lisca, Umberto Louzer, Marcelo Chamusca e o próprio Felipão. Sem o acesso na Série B do Campeonato Brasileiro e, agora, sem o técnico do penta, o clube mineiro está no mercado e mira Felipe Conceição, do Guarani.

O jovem treinador tirou o Bugre da zona do rebaixamento e o colocou na briga direta pelo acesso. Os tropeços nas rodadas finais, porém, acabaram com o sonho dos paulistas em voltar à elite nacional. Felipe Conceição tem contrato com o Guarani até o fim de 2021.

Felipe Conceição entra na mira do Cruzeiro. (Foto: Divulgação)
Felipe Conceição entra na mira do Cruzeiro. (Foto: Divulgação)

Aos 41 anos, Felipe Conceição tem salário muito menor do que o de Felipão. O Cruzeiro passa por grave crise financeira tendo atrasado suas obrigações perante os jogadores por vários meses. Até princípio de greve aconteceu na Toca da Raposa.

CRISE!
Sem falar nos jogadores que entraram na Justiça contra o Cruzeiro para receber os atrasados e romper seu vínculo com o time mineiro. A diretoria do Cruzeiro não fez nenhuma proposta oficial a Felipe Conceição, mas deve avançar o sinal com a confirmação da saída de Felipão.

A questão entre Felipão e Cruzeiro era interessante. O técnico tinha contrato até o fim de 2022. Se ele quisesse sair, como quis, não precisava pagar nada. Agora, se o Cruzeiro demitisse o comandante, teria que desembolsar R$ 10 milhões.