Paulista A2: Guarani sofre com pontos perdidos em casa, mas Barbieri vê evolução

Em cinco jogos disputados no Brinco de Ouro, o Bugre somou oito pontos, com dois empates, duas vitórias e uma derrota

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) - Mais uma vez o Guarani não aproveitou a oportunidade de atuar em casa e empatou por 1 a 1 com o Penapolense, no Brinco de Ouro, pela 11ª rodada da Série A2 do Paulista. Além de permanecer na oitava colocação, com 16 pontos, a quatro pontos do G4, continua com um mau desempenho como mandante.

Em cinco jogos no Brinco, com 15 pontos em disputa, o Bugre somou oito. Foram duas vitórias, dois empates e uma derrota. Os triunfos e um empate foram sob o comando do antigo treinador Ney da Mata, enquanto o atual técnico Maurício Barbieri perdeu por 2 a 1 para o Capivariano, além de empatar com o Penapolense.

Maurício Barbieri ainda não venceu no Brinco de Ouro. (Foto: Guarani Press / Gabriel Ferrari)
Maurício Barbieri ainda não venceu no Brinco de Ouro. (Foto: Guarani Press / Gabriel Ferrari)

Diante deste cenário, Barbieri reconhece que os pontos perdidos fora de casa podem pesar no final da competição, mas considera que o clube está em um momento de evolução.

"Na minha cabeça, tem que vencer todos os jogos. É claro que em casa tem uma responsabilidade maior. O importante é que a gente está na briga. A equipe vem crescendo, vem evoluindo, os jogadores estão comprometidos", disse o técnico.

Agora, restam oito jogos para o fim da primeira fase do estadual, dos quais quatro serão disputados em casa e quatro fora. O próximo confronto no Brinco de Ouro será realizado já nesta quarta-feira, às 20 horas, contra o Velo Clube, pela 12ª rodada. Sertãozinho, Portuguesa e Barretos serão os outros adversários que o Guarani terá como mandante.

aaa