Grito da Galera: Torcedora do Guarani mostra o tamanho dos 3% da 'pesquisa fajuta'

A resposta de Fernanda Martins, uma bugrina, que contesta os números, bem como muitos outros inconformados.

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 30 (AFI) - Ainda repercute negativamente a pesquisa que apontou, dois meses atrás, que a torcida do Guarani representa apenas 3%% da cidade de Campinas.

Olhe abaixo a resposta de Fernanda Martins, uma bugrina, que contesta os números, bem como muitos outros inconformados.

Na foto, imagens do último sábado, nas ruas próximas ao Brinco de Ouro e depois dentro do estádio.

"O sociólogo que assinou uma pesquisa fajuta e mentirosa, deveria rasgar seu diploma. O Instituto de Pesquisa deveria fechar as portas tamanha a sua incompetência, irresponsabilidade, ou o que é pior, falta de caráter. E a empresa que encomendou deu um tiro no pé. Se a torcida do Guarani representa 3% em Campinas, o marketing dessa empresa é ZERO, mil vezes ZERO. Jogou no lixo sua marca, sua credibilidade, seu nome. Se retratem urgentemente, o Guarani não é PET, não é 3%, não precisa de data de fundação na camisa. O Guarani tem história, e muita, para contar".

A MAIOR TORCIDA DO INTERIOR