Fortaleza enfrenta o Bahia em clima de festa no Castelão

A expectativa é de mais 50 mil torcedores para o duelo deste domingo

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 06 (AFI) - Sem contar com o zagueiro Paulão, expulso no empate sem gols diante do Fluminense, e o volante Juninho, por questões contratuais, o Fortaleza enfrenta o Bahia neste domingo, às 16h, na Arena Castelão, em clima de festa. A torcida prometeu lotar o estádio e a realização de um mosaico, em homenagem à boa campanha do clube no Brasileirão, confirmando pela primeira vez em sua história uma vaga na Sul-Americana.

"O torcedor compreende o esforço desse time, a dedicação. Espero um Castelão lotado. O feito que esse time conseguiu não era esperado pela grande maioria. Recebemos a menor cota de TV, pagamos em dia, o que esses atletas fizeram é motivo de orgulho. Colocaram a equipe no patamar sul-americano. Essa conquista tem um valor inestimável. Essa torcida foi quem segurou a nossa equipe na Série A", disse Rogério Ceni.

Fortaleza promete festa neste domingo
Fortaleza promete festa neste domingo
Para o duelo contra o Bahia, Rogério Ceni deverá promover a entrada de Adalberto, ao lado de Quintero, no sistema defensiva. Já Gabriel Dias é o favorito para o lugar de Juninho, que pertence ao clube baiano. De resto, o time será o mesmo que empatou por 0 a 0 com o Fluminense.

"O trabalho foi deixar os jogadores focados para o jogo contra o Bahia, principalmente após o objetivo conquistado. Será um jogo dificílimo, mas vamos com a intenção de nos despedir com vitória no Castelão, que coroará um trabalho realizado com sucesso", concluiu o treinador.

SITUAÇÃO
O Fortaleza vem de seis jogos sem derrotas. O time cearense teve o último revés no dia 6 de novembro, contra o Corinthians, por 3 a 2, no Itaquerão. Na tabela, é o nono colocado, com 50 pontos, contra 53 do Inter, o último classificado entre as equipes da Libertadores.

O provável Fortaleza tem: Felipe Alves; Tinga, Quintero, Adalberto e Carlinhos; Felipe, Gabriel Dias, Osvaldo e Edinho; Romarinho e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni.