Técnico confirma proposta do futebol árabe e explica porque permanece no Figueirense

O treinador foi procurado por um clube árabe e a proposta era boa financeiramente, mas ele segue no clube de Santa Catarina

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 18 (AFI) – O técnico Hemerson Maria, do Figueirense, recebeu proposta do futebol árabe, mas não vai deixar o clube catarinense. É o que garante o próprio treinador, que abriu o jogo sobre a oferta.

A diretoria do Figueirense já tinha vindo a publico para informar que o treinador permaneceria, mas ele fez questão de explicar seus motivos.

Hemerson Maria afirmou que comunicou o Figueirense logo que recebeu a proposta e que não tem interesse em deixar o Brasil no momento.

“Recebi uma proposta oficial do mundo árabe e, de imediato, comuniquei aos dirigentes do Figueirense para evitar qualquer tipo de mal-entendido. Após analisar, passei a minha intenção de permanência no clube por motivos familiares e também porque tenho o desejo de terminar o projeto que iniciei no Figueirense”, explicou.

Naturalmente, a proposta com o futebol árabe representa um crescimento financeiro e os valores mexeram com a escolha do treinador. Mas pesou o desejo de dar continuidade ao trabalho que vem exercendo no Figueirense.

“Financeiramente, a proposta é muito tentadora, mas tenho como filosofia de vida sempre honrar os meus compromissos. Gosto de trabalhos com início, meio e final”, concluiu.

O Figueirense, de Hemerson Maria, ocupa a oitava colocação da Série B com 13 pontos, após oito rodadas disputadas, ficando apenas dois pontos abaixo do G4.

Com a disputa da Copa América, a Série B está paralisada por cerca de um mês. Quando voltar a campo, o Figueirense enfrenta o América-MG, fora de casa, em partida ainda sem data definida pela CBF.