Com apenas 22,2% de aproveitamento, Rogério Micale é demitido do Figueirense

O treinador venceu apenas um jogo no comando do clube catarinense, frente ao Criciúma, em 12 jogos

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 28 (AFI) – O Figueirense anunciou a saída do técnico Rogério Micale. O treinador tinha contrato até o fim de 2019, mas o aproveitamento de apenas 22,2% acabou pesando na decisão da diretoria em procurar outro comandante para iniciar a próxima temporada.

Rogério Micale assumiu o time após a saída de Milton Cruz e comandou o clube em 12 partidas, com seis derrotas, cinco empates e uma única vitória, esta diante do Criciúma por 3 a 2. A má campanha fez com que o clube catarinense brigasse pelo rebaixamento até a última rodada da Série B do Brasileiro.

Rogério Micale não é mais o técnico do Figueirense - Vinícius Nunes/Figueirense
Rogério Micale não é mais o técnico do Figueirense

O treinador colecionou fracassos desde que foi campeão olímpico com a seleção brasileira. Antes do Figueirense treinou Atlético Mineiro e Paraná, mas sem sucesso. O último foi ainda neste ano e acabou rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Iniciando uma reformulação no elenco – 20 jogadores têm contrato apenas até o final do ano, o Figueirense espera anunciar o nome do seu novo treinador nos próximos dias para iniciar o trabalho visando a temporada 2019. Um dos nomes sondados é de Guto Ferreira, ex-Bahia e Chapecoense. O outro seria Hemerson Maria, ex-Vila Nova.

 
 
" />