Luto! Morrem pai e avô de ex-Santos e Cruzeiro, suspeitam de coronavírus

A pandemia vem causando dores em muitas famílias pelo mundo, por isso, fiquem em casa

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 07 (AFI) - Ex-meia de Santos e Cruzeiro, Montillo perdeu dois membro da família em apenas uma semana. Após a morte de seu avô, o jogador precisou se despedir, nesta terça-feira, de seu pai. Ambas as mortes estão sendo ligadas ao novo coronavírus.

Walter Óscar, 60 anos, estava internado desde o último sábado com problemas respiratórios, mesmo motivo que levou o avô de Montillo, Óscar, 91 anos, para o hospital da Argentina. A morte de ambos está ligada ao coronavírus. Os testes já foram realizados, mas os resultados ainda não foram divulgados.

Montillo perdeu pai e avô
Montillo perdeu pai e avô

NOTA OFICIAL
“Enviamos nossas condolências aos familiares e pessoas próximas de Walter Montillo, que hoje sofreu o sensível falecimento de seu pai, Walter Óscar, desejo que se soma pelo falecimento de seu avô Óscar, durante os últimas dias”, publicou a LA U.

"O Cruzeiro Esporte Clube lamenta profundamente a morte do Sr. Walter Óscar Montillo, pai do nosso ex-atleta Montillo. Ficam aqui nossos votos de respeito e sentimentos neste momento de dor profunda. Recentemente, Montillo também perdeu seu avô, Óscar. Todo nosso carinho e afeto ao jogador neste momento difícil. Nossas orações estão com você e sua família", postou o Cruzeiro.

MAIS DE MONTILLO
Atualmente defendendo o time chileno, para o qual se transferiu no início de 2020, após três temporadas no argentino Tigre, Montillo, de 35 anos, teve passagem marcante pelo Cruzeiro, entre 2010 e 2012, com 36 gols marcados em 144 partidas. E o clube mineiro também manifestou o seu pesar pelas perdas recentes de familiares do meia argentino.