Corinthians deve pagar rescisão ao Al-Wehda e oficializar Carille nesta terça

O clube fará o pagamento da rescisão contratual de US$ 700 mil (cerca de R$ 2,5 milhões)

por Agência Estado

São Paulo, SP, 04 - O Corinthians deve oficializar nesta terça-feira o retorno do técnico Fábio Carille, que levou a equipe alvinegra ao bicampeonato paulista (2017 e 2018) e ao título do Brasileiro do ano passado. O clube fará o pagamento da rescisão contratual de US$ 700 mil (cerca de R$ 2,5 milhões) ao Al-Wehda, da Arábia Saudita, e assim conseguir a liberação do treinador.

Carille deixou o Corinthians em maio e assinou por duas temporadas com o clube árabe. Ele ainda não explicou o motivo de romper com o Al-Wehda. Nos bastidores, comenta-se que se decepcionou com os dirigentes, que não cumpriram a promessa de montar um elenco forte.

Ele retornará com a missão de fazer a equipe paulista voltar a brigar na parte de cima da tabela. Jair Ventura foi demitido na segunda-feira e deixou o time com retrospecto de rebaixado, com aproveitamento de 31,6% dos pontos. Em 19 jogos, foram apenas quatro vitórias, com seis empates e nove derrotas. Pegou o time em oitavo no Brasileirão e o entregou em 13º.

Jair evitou dar entrevistas nas últimas semanas. Estava preocupado em afastar o Corinthians do rebaixamento. Enquanto isso, o presidente Andrés Sanchez começou a tratar sobre a mudança de comando técnico.

Carille está retornando ao Corinthians
Carille está retornando ao Corinthians
NEGOCIAÇÃO!
Em Londres, há três semanas, ele se encontrou com Paulo Pitombeira, empresário de Carille, quando iniciou a reaproximação entre clube e técnico. Na última quinta-feira houve um novo encontro entre dirigente e empresário em São Paulo para formalizar detalhes do novo contrato.

Ao confirmar Carille, o Corinthians espera colocar um fim à queda de rendimento da equipe que começou quando o treinador foi para a Arábia Saudita. Osmar Loss foi o primeiro substituto de Carille. A tentativa era manter a fórmula que havia dado certo com o antecessor: efetivar um treinador da base, com conhecimento do elenco e dos métodos de trabalho do clube.

Loss, no entanto, deixou a equipe após 25 jogos, com dez vitórias, dez derrotas e cinco empates. Jair saiu-se pior e finalizou o Brasileirão a dois pontos da zona de rebaixamento.

 
 
" />