ESPECIAL COPA DO NORDESTE: Bahia quebra tabu de 15 anos e encosta no Vitória

O Tricolor tem três conquistas, com esta de 2017, uma a menos do que o Leão, seu arquirrival

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 31 (AFI) – O Bahia encostou no arquirrival Vitória como o maior campeão da Copa do Nordeste. O Tricolor levantou a taça, quinze anos depois de sua última conquista, e jogou uma certa pressão para o lado Rubro-Negro. O tricampeonato veio em um ano onde por muito pouco não conquistou uma vaga na Copa Libertadores da América.

De volta á Série A do Brasileirão, o Bahia provou logo de cara de que estaria preparado para brigar de igual para igual com os clubes da elite. A prova disso foi o tricampeonato em cima do Sport, deixando o Vitória pelo meio do caminho.

Agora, o Bahia está empatado com o Sport com três conquistas – 2001, 2002 e 2017 -, e perde apenas para o Vitória, maior campeão do torneio, com quatro. O ano de 2018 promete!

A BUSCA PELA TAÇA!
Desde a Fase de Grupos, o Bahia deu provas de que não estava ali para brincar. Terminou como o melhor time, com 14 pontos, sendo quatro vitórias e dois empates, deixando Fortaleza, Altos e Moto Club, todos eliminados, para trás. O Tricolor, até então, era o único invicto no torneio.

Nas quartas de final, o Bahia não tomou conhecimento do Sergipe. Após triunfo por 4 a 2 fora de casa, garantiu a classificação com uma goleada por 3 a 0, fechando o placar agregado por 7 a 2. Junto com ele, avançaram: Sport, Santa Cruz e Vitória.

Bahia é o atual campeão da Copa do Nordeste
Bahia é o atual campeão da Copa do Nordeste

Com isso, a semifinal ficou marcada por dois clássicos do futebol nordestino. Curiosamente, ambos os times que foram eliminados venceram no jogo de ida. O Santa Cruz bateu o Sport por 2 a 1, mesmo placar do triunfo do Vitória diante do Bahia.

A única diferença foi que o Santa Cruz perdeu a classificação em casa, no Arruda. O jogo foi marcado por confusões generalizadas e quatro expulsões – Vitor, Elicarlos e Wellington Cézar, para o time mandante -, e Rithely, para o visitante. Everton Felipe e André anotaram os gols do triunfo do Leão. O último aos 32 minutos da etapa final.

Troféu da Copa do Nordeste com as cores do Bahia
Troféu da Copa do Nordeste com as cores do Bahia

Apesar de ter perdido a invencibilidade para o rival, o Bahia conseguiu se recuperar, foi superior na Arena Fonte Nova e venceu por 2 a 0, com gols de Régis e Allione. O ex-meia do Sport ainda foi expulso, assim como o lateral Patric, do Leão. No final, briga entre jogadores de ambas as equipes. O jogo foi de torcida única.

O TÍTULO
Na grande final, o adversário foi o Sport, time com presença constante na Série A e que aparecia como o franco favorito. Só que com as bolas nos pés, não foi bem assim. Em plena Ilha do Retiro, o Tricolor saiu na frente com Juninho, mas seu xará deixou tudo igual ao anotar o único gol do Leão no duelo.

Espaço incorporado por HTML (embed)

Na Arena Fonte Nova, para um público de mais de 40 mil torcedores, o Bahia fez valer a grande campanha realizada em toda Copa do Nordeste, venceu o Sport por 1 a 0, gol de Edigar Junior, e acabou ficando com o título após 15 anos longe de levantar a taça.

CURIOSIDADES
Na final, o Bahia ainda era comandado por Guto Ferreira e já tinha entre os titulares jogadores que estão sendo cotados para defender outros grandes clubes do futebol brasileiro como o goleiro Jean – cotado no São Paulo -, o volante Renê Júnior – contratado pelo Corinthians – os meais Régis e Zé Rafael, além do próprio atacante Edigar Junior.

 
 
" />